VIAJAR também é PRECISO * Roteiros

     Estados Unidos

Miami

Miami, uma cidade latina, e arredores

Miami, além de  Meca do consumo…

Primeiro passeio: http://www.viajenaviagem.com/2012/06/fotoblog-wynwood-arts-district-miami/

….

Primeiro passeio

: shopping próximo ao aeroporto, city-tour

De Miami a Key West em 2 dias

:

arquitetura típica que mistura o colonial espanhol com influências de Bahamas e de Cuba. De um lado, o Atlântico. De outro, a Bahia da Flórida.

caminho até Key West de carro

, pela Overseas Highway (ponta sul da rodovia federal norte-americana 1). Só ele já vale a viagem.

As Florida Keys são divididas em cinco partes: Key Largo, Islamorada, Marathon, Big Pine e Lower Keys e, finalmente, Key West

.

http://www.viajenaviagem.com/2012/06/fotoblog-wynwood-arts-district-miami/

http://majots.wordpress.com/2009/06/02/key-west-por-edu-luz/

De Key West você pode pegar um barco tour e ir visitar a histórica ilha Dry Tortuga. Belíssima!

Outro dia

:

Coconut Grove

essa área é bem bonita para se visitar, tem um Shopping céu aberto chamado Cocowalk que é super legal, com varios restaurantes e lojas tipo… Vale a pena da um passeio por lá.

Outro dia

:

Passeios de barco

há varios passeios de barco saindo do Bayside Marketplace que oferecem paisagens incríveis dos enormes arranha céu do Centro de Miami, Biscayne Bay, Porto de Miami, Fisher Island, Miami Beach, ver onde as celebridades os ricos e famosos moram.

 

http://www.viajenaviagem.com/2009/06/de-miami-a-key-west-com-o-eduluz/

+Key West:

http://majots.wordpress.com/2009/06/02/key-west-por-edu-luz/

Dicas abaixo de

http://www.guiamaismiami.com/passeios/passeios-em-miami-para-todas-as-idades.html

Outro dia

:

Midtown é apenas uma coleção de lojas dividida em umas 2 ou 3 ruas, lojas tipo Target, Ross, Home Goods, lojas de preço bom. É bonito e tem uns restaurantes mais em conta tambem, se vc gosta de burgers, entao vc deve comer no Five Guys Burgers, uma delicia!!!Eles só vendem burgers e cachorro quente, mas no burger vc pode botar uma porção de coisas, as batatinhas de laá tambem delicia! Midtown Fica perto de Downtown aqui esta o endereço.3301 Northeast 1st Avenue. Midtown é mais relax e poucos turistas conhecem.

Crandon Park

é um parque ecológico muito bonito, tem muitas espécies raras e ameaçadas de extinção, tipo algas marinhas, borboletas, vários tipos de pássaros etc A praia de Crandon ( Crandon Beach) é super linda, parece um lago azul e conhecida internacionalmente, foi eleita uma das mais bonitas dos EUA. Se você gosta de tirar fotos de praias…essa é a sua praia!!

Endereço: 4000 Crandon Boulevard, Key Biscayne

Horário: diariamente das 8 as 17:00 Entrada Gratis

Matheson Hammock Park

Meu lugar favorito! Esse Parque é um segredo dos americanos, belíssimo, mas só os residentes de Coral Gables conhecem. Nunca vi turistas por lá. Mas vale muito a pena conhecer, é super lindo! Um jantar especial no Red Fish com um do por do sol belíssimo!

 

2 dias:

Tampa, Bush Garden e no caminho: Marcar visita com direito a ver lançamento de míssel (se der sorte!) no Cabo Canaveral:

http://viagem.hsw.uol.com.br/cabo-canaveral.htm

 

http://viagem.hsw.uol.com.br/cabo-canaveral.htm.

http://www.viajenaviagem.com/2012/10/florida-boca-raton-palm-beach-orlando-miami/

….

Boa parte dos habitantes de Miami é de origem latina e fala espanhol. Seu nome no entanto, tem origem indígena e significa “água doce”. A região Miami é, de fato, cheia de rios e pântanos.

Cerca de 350 mil cubanos, a colônia hispânica mais numerosa, vivem em Miami. Isso faz de Miami uma cidade bilingue. Até placas de rua e avisos são escritos também em espanhol. Por isso mesmo, com um “portunhol” razoável qualquer pessoa se vira por lá; por isso mesmo, pelo fato de as passagens serem relativamente baratas e por ser um paraíso do consumo, muitos brasileiros vão a Miami para fazer compras ou dar uma esticada até Orlando e levar a criançada à Disney. O ideal para isso, se você não for pegar uma excursão, é alugar um carro: sai bem barato.

É muito fácil se orientar na cidade. Miami tem um plano urbano bem bolado, com as ruas dispostas no sentido leste-oeste e as avenidas no sentido norte-sul. Como Nova York. O problema em Miami é o trânsito, que na hora do rush assusta. Por isso mesmo, alugar um carro para percorrer a Flórida pode ser uma boa idéia, mas para circular no centro de Miami, não é nada prático. O melhor é optar pelos transportes públicos. O sistema metrobus de Miami funciona muito bem.

A Grande Miami inclui vários bairros: o centro (Downtown), nada interessante, chega a ser perigoso. As praias de Miami ficam em Miami Beach, a uns 20 minutos de ônibus do centro.

Miami Beach é um balneário freqüentado principalmente por americanos, ou seja, um “Guarujazão”, exceto pela South Beach, rica em edifícios Art Decô. Coral Gables é bastante comercial e Coconut Grove, mais chique, acolhe residências de celebridades, boas lojas, restaurantes, galerias de arte e até a réplica de uma villa italiana, a Villa Viscaya. Na região de Miami praias é o que não falta: são aproximadamente 20 km de costa paradisíaca, com areia branca, coqueiros e mar transparente.

Como chegar a Miami

A maioria dos passageiros que chegam à Florida de avião desembarcam no aeroporto de Miami. A cidade possui um dos maiores aeroportos do mundo, onde chegam vôos de todas grandes cidades dos Estados Unidos e do mundo inteiro. Há transportes fácil do aeroporto até o centro de Miami.

Os museus de Miami

Museu de Arte de Miami O Museu de Arte de Miami, ou simplesmente MAM, reúne obras modernistas de artistas americanos e europeus, gravuras etc. 101 West Flagler Street, Miami, Florida, 33130

Museu de Ciência de Miami (Miami Science Museum) Este museu, que permite experiências interativas e agrada em cheio às crianças,tem um planetário e atrações com o megalodon, um tubarão gigantesco que viveu há 2 milhões de anos na região. 3280 South Miami Avenue, Miami, Florida 33129

Museu Histórico do Sul da Flórida O museu conta toda a história do Estado da Flórida desde o tempo dos espanhóis. Florida 101 West Flagler Street, Miami, Florida 33130

Everglades National Park

O Everglades National Park, a 56 km de Miami, foi criado para proteger o que restou dos enormes mangues de água salobra que cobriam originalmente quase um terço da Flórida. Sua fauna é extremamente variada e rica: existem até felinos, como o lince e o puma americano, além de crocodilos, flamingos, pelicanos e diversas aves marinhas. Você pode contratar uma excursão em Miami ou ir por conta própria alugando um carro. Nesse caso peça um mapa no Visitors Center, na entrada dos Everglades. Uma dica: leve repelente contra mosquitos. Durante o verão, eles pegam pesado! Há passeios entre os canais do Everglades em airboats, barcos que funcionam com motor de avião, que pemitem conhecer melhor o lugar e apreciar seu rico ecossistema. Outras opções são alugar uma canoa ou pegar o trenzinho aberto em Shark Valley, que percorre parte do pantanal.

Grand Bahamas

Um voo de 45 minutos separa Miami desta ilha, a quarta maior das Bahamas. Em seus 154 quilômetros de extensão, o turista pode desfrutar de praias fabulosas habitadas por povos de diferentes culturas. Mas existem outras atividades capazes de entreter visitantes de todos os gostos, como mergulho, pesca, golfe, cassino, trilhas e compras duty-free.

Fort Lauderdale

Situado a cerca de 50 quilômetros de Miami, Fort Lauderdale é mais uma comunidades praiana mais típicas da Flórida. Além de sombra e água fresca, a cidade oferece diversas opções de lazer, seja por conta de sua apurada gastronomia, seja por sua intensa programação cultural.

Créditos para quem merece:      http://www.guiasdeviagem.com.br/guia/menu-estados-unidos/miami-e-arredores.html

~~

De Miami a Key West: http://www.viajenaviagem.com/2009/06/de-miami-a-key-west-com-o-eduluz/

Dicas abaixo de http://www.guiamaismiami.com/passeios/passeios-em-miami-para-todas-as-idades.html

+Key West: http://majots.wordpress.com/2009/06/02/key-west-por-edu-luz/

Conheça mais  Miami…

E arte, deve ver  “Wynnwood Walls”  (http://thewynwoodwalls.com/) assista o video para ver se gosta.Tem muito arte grafitti nessa parte da cidade, muito bonito para fotos, Fica em uma parte de Miami chamada Wynwood. Design District está na minha lista de posts, mais por causa da arte nos muros, google pra vc ver). Wynwood era uma parte emia esquecida de Miami que agora os artistas estão tomando conta. Se vc gosta de artes …vale a pena da uma voltinha por la. Ainda não foi descoberto por turistas.

Miami não vive só de compras. Além das praias lindas e concorridas, reserve um tempinho para visitar varias outras atracões que Miami tem para oferecer como os Zoologicos, milhares de parques belissimos, atracões com animais exóticos e se você quiser expandir o seu lado cultural Miami tem museus excelentes e varias galerias de arte.  Aqui estão algumas atracões em Miami que valem a pena conferir. Wynwood era uma parte emia esquecida de Miami que agora os artistas estão tomando conta. Se vc gosta de artes …vale a pena da uma voltinha por la. Ainda não foi descoberto por turistas.
Midtown é apenas uma coleção de lojas dividida em umas 2 ou 3 ruas, lojas tipo Target, Ross, Home Goods, lojas de preço bom. É bonito e tem uns restaurantes mais em conta tambem, se vc gosta de burgers, entao vc deve comer no Five Guys Burgers, uma delicia!!!Eles só vendem burgers e cachorro quente, mas no burger vc pode botar uma porção de coisas, as batatinhas de laá tambem delicia! Midtown Fica perto de Downtown aqui esta o endereço.3301 Northeast 1st Avenue. Midtown é mais relax e poucos turistas conhecem.
Se vc esta procurando por shoppings tem o The Falls tambem que é bem diferente. Se esta procurando algo diferente… vai a um jogo do Miami Heat. Excelente! Já escrevi um post sobre isso. Quando viaja? Os jogos começam agora em Outubro ate Abril.

baleia do seaquarium

    Miami Seaquarium

Um lugar super especial para todas idades, você verá golfinhos andando em água, leão do mar sendo comediante, os tubarões sendo alimentados, um show inesquecível da Lolita, a baleia assassina, junto com golfinhos, varias acrobacias dentro e fora da água. Os golfinhos tambem tem seu proprio show aonde você pode ver em acão fora e dentro d’água. Há um aquário imenso aonde você pode ver golfinhos e outros peixes exóticos! 8 shows com vários animais marinhos. Vale a pena visitar! Não esqueça a câmera !
Há restaurantes, loja e parquinho dentro do parque.

Dica*: se você já está planejando ir no Sea World em Orlando, então não recomendo ir ao Miami Seaquarium, pois os shows de animais são iguais e Sea World é bem maior.

Horário: 7 dias na semana das 9:30 as 18:00

Dica**: Você precisa de pelo menos 4 horas pra visitar o Miami Seaquarium.

Ingressos:
Adultos                     $38.95
Crianças (3 to 9)        $28.95
Adicione 7% de taxa
Estacionamento          $8.00

Dica***: Se você comprar sua entrada online na www.miamiseaquarium.com você recebe um desconto de $2 por pessoa.

Dica****: Em alguns restaurantes, tipo Burger King ou Dennis você encontrará uma revistinha chamada” Florida Travel Saver” na entrada. Lá você encontra cupons de $5 de desconto para a entrada do Seaquarium. Você leva o cupom com você e recebe o desconto na entrada, 1 cupom da desconto para 6 entradas. As vezes você acha promocões online.

Miami Seaquarium  está localizado:
4400 Rickenbacker Causeway
Miami, Fl 33149
(305) 361-5705

Nadando com golfinhosnadando no miami seaquarium

Se você estiver procurando algo super especial para fazer em Miami…No Miami Seaquarium  você pode nadar com os golfinhos ( paga extra e é meio caro) Mas vale a pena, é uma experiência única que você nunca vai se esquecer!!! Ano passado fiz isso com os meus meninos pela primeira vez e eles adoraram!! Já querem fazer denovo. Foi uma experiência inesquecível!!

Detalhes sobre nadar com golfinhos: Há 2 tipos para você escolher:

Dolphin Odyssey a primeira escolha será nadar realmente, por 30 minutos, em uma parte separada do publico, você entra na piscina e o golfinho te dá uma carona e te leva pra passear com ajuda do treinador, você pode brincar, alimentar, abraçar, beijar e nadar com o Flipper! Mas antes de entrar na piscina você assiste um filme educacional de 15 minutos sobre os golfinhos só então você veste uma ” wet suit” ( roupa de mergulhar) que eles te emprestam ( você já vai vestida com seu biquíni ou se for homem de short) e comece a sua odisséia com o Flipper. Há algumas regras, você tem que ter pelo menos 1m32cm de altura e entender um pouco de Inglês, se você não sabe Inglês então você precisa de um tradutor pra entrar na piscina com você, que pode ser alguém do seu grupo de viagem, mas lembre- se que o ” tradutor” também paga o mesmo que você e é claro que também pode nadar com o Flipper.

Segunda opção :

menino e golfinhoDolphin Encounter neste você também assiste o filme educacional, veste a wet suit e ao invés de nadar você entra em uma piscina rasa com o golfinho e um treinador, e você pode abraçar, beijar, alimentar, tirar fotos e brincar com o golfinho por 30 minutos. O golfinho faz um showzinho pra você. Para participar deste Dolphin Encounter você tem que ter pelo menos 5 anos de idade, crianças de 5-9 anos precisam de alguém com elas, pode ser um adulto ou alguém de acima de 9 anos. Também será necessário entender inglês para entender o treinador, se não fala inglês também precisará de um tradutor, como disse acima pode ser alguém do seu grupo. Qualquer pessoa que entrar na piscina pagará o mesmo preço e participará.

Há fotógrafos profissionais do Parque tirando suas fotos com o golfinho, você poderá comprar fotos ou cd com as fotos. Ou alguém do seu grupo pode tirar suas fotos, mas essa pessoa terá que pagar como observador( observer) pra poder te assistir e tirar fotos. Infelizmente nesses lugares turísticos nada é de graça.

Geralmente você estará com um grupo pequeno de pessoas, geralmente de 6-8 pessoas por golfinho.

Ingressos: Para o Dolphin Odyssey.

Participante    $199.00 + 7% de taxa

Para assistir o participante ( observer)

Adulto $45.00

(crianças de 3 a 9)$36.00

( crianças abaixo de 3 anos ) GrátisMiami seaquarium

Adicione 7% de taxa

Para o Dolphin Encounter

Participante ( 10 anos e acima)  $139.00
Criança ( de 5-9 anos) $99.00

Para assistir
Adulto $45.00
(Criança de 3-9) $36.00
( crianças abaixo de 3 anos) Grátis

Adicione 7% de taxa

Preços acima inclui sua entrada no parque com direito a todos os shows!

Para nadar com golfinhos somente fazendo reserva antecipada, poucos dias antes. Se estiver interessado ligar para 1-305-365-2501– para horários e reserva.

Não precisa fazer reserva se você está apenas indo ao parque para os shows dos animais marinhos.

Divirtam-se!!!

zoologico em MiamiZOO MIAMI

Quem não gosta de ver animais bem de pertinho?? Eu gosto! Principalmente os exóticos! Você vai setigre branco divertir bastante na sua visita ao zoológico de Miami pois é enorme e com uma variedade imensa de animais exóticos, mais de 2 mil espécies. Se você nunca andou de camelo essa é a sua chance!! Passeio de camelo por $5, é super legal, eu recomendo, não é todo dia que você pode andar de camelo, né?? Você também poderá alimentar uma girafa e um rinoceronte.
Se o dia estiver super quente as crianças podem brincar e se molhar na área de Splash, então não esqueça de levar toalha e roupa de banho pros pequeninos, eles irão adorar o splash!

Como o zoo é super grande há varias formas de se se locomover lá dentro. Se você gosta de pedalar recomendo alugar um “safari cycle” são carrinho-bicicletas que cabem de 3 á 5 pessoas. Vale a pena! Aluguel da pequena:  $22 por 2 horas  e da maior $32 por 2 horas. O zôo também oferece monorail ( trem suspenso e automático ) por $3, (talvez você curta mais o monorail pois nele você pode ter uma visão geral do zôo e você só paga $3 e pode andar nele quantas vezes quiser)  ou quem sabe você goste de dar um passeio pela Africa e Asia com guia no trenzinho por $4.95. Você tem varias opções de como aproveitar o seu dia no zôo. Também há restaurantes e lojas.trem suspenso

Horário: 9:30 – 17:30

Ingressos:
Adulto (13+)              $15.95
Criança (3-12)           $11.95
Criança (abaixo de 3) Grátis
Idosos (65+)           25% de desconto

Endereço: 1 Zoo Boulevard
                  12400 SW 152 Street
                   Miami, FL 33177

                  Phone: (786) 619-3418

Enjoy!

Museu para criancas em MiamiMiami Children’s Museum
Esse museu as crianças vão amar, é interativo, muitas coisas interessantes para os pequenos. As crianças participam de atividades tipo trabalhar no supermercado, ser bancário, dentista, bombeiro ou médico. Muito bonitinho,se você tiver criança vale a pena. Fica entre Downtown e Miami Beach.Horário: das 10 as 18:00 fechado no Natal, Thankgiving e Ano Novo
Ingresso: $15 por pessoa
Endereço : 980 Macarthur Cswy , Miami
Jungle Island Ao sair do Miami Children’s Museum é só atravessar a rua e você está no Jungle Isla
nd, se você gosta de animais você vai gostar do Jungle Island, varias aves tropicais e exóticas. Animais como pengüim, kangurus etc
Horário: de Segunda á Sexta 10 as 17:00, Sáb e Domingo 10 as 18:00
Ingresso: adultos $33.12/crianças (3-10) $24.56
Endereço: 1111 Parrot Jungle Trail, Miami
KEY WEST
Historica Key westIlha em Key West , Florida
 Key West é na pontinha da Florida, em uma parte muito conhecida como Florida Keys, que é composta por mais de 1,700 ilhas bem pequeninas, rica em história, muito bonita, só o caminho já é super lindo, você atravessa varias pontes para chegar lá com paisagens de tirar o fôlego de qualquer um. Chegando lá você pode mergulhar ou snorkle nas águas mais cristalinas que você já viu, e você poderá admirar as beleza do fundo do mar. Se você gosta das compras em Key West tem várias lojas de marcas. Há varias empresas de turismo que oferecem passeio de um dia ou mais. Mas é muito fácil ir dirigindo também. São mais ou menos 2 horas e meia de Miami. De Key West você pode pegar um barco tour e ir visitar a histórica ilha Dry Tortuga. Belíssima!
Coconut Grove essa área é bem bonita para se visitar, tem um Shopping céu aberto chamado Cocowalk que é super legal, com varios restaurantes e lojas tipo… Vale a pena da um passeio por lá.

Passeios de barco há varios passeios de barco saindo do Bayside Marketplace que oferecem paisagens incríveis dos enormes arranha céu do Centro de Miami, Biscayne Bay, Porto de Miami, Fisher Island, Miami Beach, ver onde as celebridades os ricos e famosos moram.Parque ecologico na Florida

Crandon Park é um parque ecológico muito bonito, tem muitas espécies raras e ameaçadas de extinção, tipo algas marinhas, borboletas, vários tipos de pássaros etc A praia de Crandon ( Crandon Beach) é super linda, parece um lago azul e conhecida internacionalmente, foi eleita uma das mais bonitas dos EUA. Se você gosta de tirar fotos de praias…essa é a sua praia!!

Endereço: 4000 Crandon Boulevard, Key Biscayne
Horário: diariamente das 8 as 17:00  Entrada Gratis

macacos do zoo Monkey Jungle se você gosta de macacos você vai amar esse parque!!!! Tem todo tipo de macacos, até gorila tem! Eles construíram o parque de uma maneira que parece que você é quem esta na jaula. Você alimenta os macaquinhos e há um show do gorila.  As crianças adoram, não sei se adulto vai gostar de gastar $30 pra ver macacos. Mas seus filhos com certeza irão gostar.

Horário: das 9:30 ás 17:00

Entrada: adultos $29.95/crianças (3-9) $23.95

Endereço: 14805 SW 216 Street, Miami

Matheson Hammock Park Meu lugar favorito! Esse Parque é um segredo dos Americanos, belíssimo, mas só os residentes de Coral Gables conhecem. Nunca vi turistas por lá. Mas vale muito a pena conhecer, é super lindo!praia de Matheson

Matheson Hammock  Há barcos a vela ou lancha para alugar (se você não for muito bom capitão, você pode alugar um com capitão) voceê tambem pode alugar Kayaks e Stand UP Paddleboard ( tipo prancha de surf grande para usar em pé) clique aqui para ver precos de alugueis de Kayaks e paddleboard. Ou se você quiser curtir “praia”, lá tem uma piscina natural que a água é renovada a cada maré. Criancas adoram! Um lugar super tranquilo com paisagens belíssimas!!!!

praia
Lá também está localizado o restaurante Red Fish Grill, muito charmoso, para um jantar super romântico, localizado no histórico prédio de pedra coral, muito lindinho, comida gourmet, uma delicia! Tô com água na boca só de pensar. Faz tempo que não vou lá, acho que tenho que visitar denovo!
Red Fish Grill foi cena para dois filmes, “Destino Cruzados” e “Quem vai ficar com Mary“. Vale a pena visitar!!!

hammock park

Um jantar especial no Red Fish com um do por do sol belíssimo!

restaurante red fishrestaurante Red Fish

O Park também oferece aulas de barco a vela, lancha e kitesurf.

Entrada: $5 por carro, se você for somente pro restaurante então o estacionamento é grátis.
Horário: do nascer ao por do sol, geralmente as 20:00.

Endereço : 9610 Old Cutler Rd , Coral Gables
<STRONG>Red Fish Grill: Está aberto apenas para jantar</STRONG><BR><STRONG>Horário de funcionamento do restaurante</STRONG><BR>De Sexta a Domingo &nbsp;das 17:00 ás 22:00<BR>De Terça á Quinta das 18:00 ás 22:00<BR>O restaurante esta fechado nas Segundas. Se quiser fazer reserva ligue para&nbsp;305.668.8788

~~

– Miami Seaquarium: US$38. – Jungle Island: US$33. – Parque Nacional Everglades: US$23. – Duck Tours: US$34. – Zoo Miami: US$15.

– Miami Beach (praias) – Museu de Arte de Miami – Museu de Ciências de Miami – Museu Histórico do Sul da Flórida – Calçadão de Lincoln Road – Fairchild Tropical Garden

http://viagem.hsw.uol.com.br/cabo-canaveral.htm

O Seaquarium de Miami encanta adultos e crianças, com seus golfinhos e orcas que dão verdadeiros shows. É possível também uma interação com os animais, como nadar com golfinhos, ver de perto enormes tartarugas marinhas e outros animais. 4400 Rickenbacker Causeway Key Biscayne, Florida, 33149

deixa pra tirar as fotos que falei depois do Seaquarium pois a parte bonita que te disse esta quase perto da saida da ilha, bem antes do pedagio, do outro lado do Seaquarium.

The Keys Na região de Miami fica o arquipélago conhecido como The Keys, uma cadeia de ilhas de corais ligadas por uma estrada espetacular que parece flutuar sobre um mar de tons turquesa ou esmeralda e semeada de pontes – aproximadamente 40 delas, até Key West. Algumas dessas pequenas ilhas são hoje reputadas atrações turísticas. Key West, com casinhas coloniais, é reduto de artistas e de comunidades alternativas ou gays. Em Key Largo existe um parque submarino com espetaculares formações de coral, que pode ser visto em um passeio de bote. Para quem gosta de mergulhar, toda a região de Miami é um prato cheio.

Key West, simplesmente paradisíaco, este é o destino perfeito para quem quer nadar, surfar ou simplesmente contemplar o pôr-do-sol.

~~ Lar&Etc ~~

~~ Lar&Etc ~~
Detalhando a viagem

TAMPA & Nasa

TAMPA não é só o “Busch Gardens”, o parque temático africano com montanhas-russas iradas?:  http://travel.nytimes.com/2005/12/09/travel/escapes/09hour.html?_r=0

A região de Tampa Bay é um dos mais populares destinos de inverno dos americanos, que fogem para cá quando o frio chega. Próspera e moderna, a cidade sedia várias equipes de ligas esportivas norte-americanas como o Tampa Bay Lightining (hóquei), Tampa Bay Buccaneers (futebol americano) e Tampa Bay Rays (beisebol, que na verdade jogam na vizinha St. Petersburg), o que é diversão na certa para os adolescentes. Para eles também há o Busch Gardens – um misto de zoo e parque temático, e o completo Florida Aquarium.

COMO CHEGAR

O Aeroporto Internacional de Tampa serve toda a região com voos para as maiores cidades americanas. Uma outra alternativa é seguir para a cidade via trens da Amtrak que vão a Orlando (1h50, US$ 11) e Miami (5h20, US$ 39). Por fim, a opção da maioria é alugar um carro e rodar os parques da Flórida.

Informações ao viajante
    • Línguas: Inglês
    • Moeda: Dólar norte-americano
    • Como ligar para o Brasil: 1800-344-1055, 1800-283-1055 ou 1800-283-1055
    • Visto: é necessário. Mais informações no http://www.visto-eua.com.br
    • Saúde: sem medidas especiais de saúde

Embaixada oficial no Brasil:

SES – Av. das Nações, Quadra 801, Lote 03 70403-900 – Brasília, DF
(61) 3312-7000
Sheikra, em que os passageiros despencam em queda livre de uma altura de 61 metros, e a Montu, na qual todo mundo fica de ponta-cabeça não uma, mas sete vezes. Famosa também é a Kumba, com os trilhos em espiral.
Para os menores: Garibaldo (conhecido em inglês por Big Bird), Ênio, Beto, Elmo, Rosita e os outros personagens da Vila Sésamo ganharam uma ala própria: o Sesame Street Safari of Fun.
O Busch Gardens também tem um lado meio jardim zoológico que as crianças amam. O parque cuida de 2 500 animais de quase 300 espécies – algumas delas em extinção, como o rinoceronte branco e o tigre-de-bengala. E o legal é que dá para ver boa parte deles bem de pertinho. Uma das experiências mais concorridas é o Serengeti Safari. Você sobe num jipe com um ranger para percorrer o Seregenti Plain, área em que ficam diversos animais da savana africana, como zebras e gnus (Serengeti é o mais famoso parque da Tanzânia, mostrado na VT de maio). A hora mais esperada é a da alimentação das girafas. Logo que os bichões veem um carro já enfi am o longo pescoço dentro para pegar as folhas de alface nas mãos dos visitantes. A atividade é paga à parte (custa US$ 33,99 por pessoa). Se você não quiser fazer o safári, dá para ver os animais no teleférico ou no trenzinho, o Serengeti Express Train. E, se você – ou seu filho – é mesmo louco pelos animais, pode cuidar deles por um dia, ajudando os tratadores. É preciso ter no mínimo 13 anos. A ajuda custa US$ 350 por pessoa.

Tampa tem como uma de suas atrações um restaurante? Chama-se BERN’S STEAKHOUSE e é considerada uma das 10 melhores steakhouses dos EUA – além de ter sido eleita como a maior adega em um restaurante no mundo. É um lugar impressionante. Mais detalhes no seguinte link (em português): http://pontorlando.com/berns-steakhouse-tampa-restaurant-orlando/

http://oglobo.globo.com/boa-viagem/na-baia-de-tampa-nos-arredores-de-orlando-um-turismo-alem-da-fantasia-na-florida-3080938

Busch Gardens, pra mim, será mais um zoológico ou uma revisita à África, mas pra outros…Sheikra é absolutamente incrível. A sensação da primeira queda não tem como descrever em palavras.Filmei todo o trajeto com uma sony compacta na mão e postei o vídeo no Viajante Amador. Pra quem quiser conferir como é a coisa, aí vai o link: http://www.viajanteamador.com/2010/05/destino-orlando-tampa-na-verdade.html

Parque/ingressos/inform gerais… http://viajeaqui.abril.com.br/materias/orlando-como-chegar-documentos-quando-ir-transporte

(www.buschgardens.com), ingresso é de US$ 75 e US$ 60.

Gastronomia em Ana Maria island  (90 km ao sul): http://travel.nytimes.com/2009/07/26/travel/26choice.html

Praia de St. Petersburg, 40 km para o oeste: http://www.falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=180&t=1773

Ver: http://mundodabeleza.net/4-produtos-de-beleza-que-todas-as-mulheres-devem-ter/

http://diarioeua.blogspot.com.br/2011/01/compras-nos-estados-unidos-ny-e-miami.html

Marcar visita com direito a ver lançamento de míssel (se der sorte!) no Cabo Canaveral: http://viagem.hsw.uol.com.br/cabo-canaveral.htm

http://viagem.hsw.uol.com.br/cabo-canaveral.htm

Na montanha russa Sheikr

Sim, pessoas. Essa turma do detalhe foi tirada exatamente da fila do alto da fotinho da direita um pouco acima.

Busch Gardens, o parque de Tampa que usa o continente africano como tema. Sim, Busch Gardens já existia antes do Epcot, da Universal e dos outlets (que também são parques temáticos, só que de compras).

Busch GardensInspirado em Jeff Koons?Busch Gardens

O parque mudou bastante. Agora não é só a arquitetura que é africana. Boa parte do parque passou a ser dedicada a animais da savana. Alguns bichos ficam em espaços ao ar livre, como num simba-safári; outros, em habitatzinhos menores, como num zoológico convencional. Mas sempre com engenho e timing de parque temático, o que muda completamente a experiência.

Serengeti Safari

Começamos o tour com o Serengeti Safari (cobrado à parte, US$ 34): a gente sobe numa caminhonete aberta e passa 40 minutos por entre girafas, rinocerontes, hipopótamos, antílopes, gnus e zebras (marrom! zebras marrom!). O ponto alto — em todos os sentidos — é a sessão de dar comida à girafa. Todo mundo tem direito à sua vez.

Diga: djirááááfff

Salada sem azeite!

Repara só na lingüinha

Gnus

Busch GardensBusch Gardens

(Não querendo pagar à parte, existe um safári simplificado, por outro circuito, sem a parada para servir salada às pescoçudas; este está incluído no ingresso do parque.)

De lá nos levaram para Jambo Junction, um lugar que serve como berçário e quarentena para bichos que chegam. Foi ali que descobri que um canguruzinho baby nada mais é do que um cachorro esquisitão!

Canguruzito

CanguruzitosCanguruzitosCanguruzitos

Ali também são mantidos os bichos mais dóceis e domesticados, que de vez em quando são levados para aparições-surpresa.

Tatu-bola!

Tatu-bola!!!!

(Tipo: você está andando pelo parque e vê uma aglomeraçãozinha num gramado. Corre lá, que pode ser a sua chance de ver um… tatu-bola!)

Tigres brancos de Bengala

É difícil não se apaixonar perdidamente pelos tigres brancos de Bengala. O meu déficit de horas de Animal Planet é tão grande que eu não sabia que os tigres são os únicos felinos que gostam de água. Agora não tenho mais dúvida…

Já pra água, gatinho!

A área mais nova do parque é dedicada às crianças pequenas e toda tematizada com Vila Sésamo. (Pena que as crianças brasileiras não saibam mais o que é isso.) Gostei da montanha russa infantil, em que crianças pequenas podem andar acompanhadas dos pais. No final da volta elas ganham um certificado da “Minha primeira montanha russa”.

Minha primeira montanha russa

O que nos traz ao motivo pelo qual a garotada quer vir para o parque: as montanhas-russas. No momento existem três. Uma clássica, inteiramente de madeira, a Gwazi (que tem dois circuitos diferentes); uma que dá SETE VOLTAS de cabeça para baixo, a Montu; e a mais radical de todas, a Sheikra, que tem uma descida em mergulho de 90 graus.

SheikraSheikraSheikra

Tipo totalmente deusmelivreeguarde.

Felizmente, assim como Busch Gardens, eu também cresci, e hoje tenho um álibi perfeito — meu remédio para pressão alta — para não precisar mais provar macheza nessa hora. Fotografar os outros já é suficientemente emocionante.

E olhe que vem mais uma montanha-russa por aí.

Obrigado. Eu fico com a parte dos bichos. Se trouxesse meus sobrinhos, faria algum dos passeios “de bastidores” (backstage tours), em que você vai à área de descanso dos bichos acompanhar o trabalho dos técnicos (custam desde US$ 25 extras).

Também tem um show à la Rei Leão, o Ka’Tonga, mas não deu tempo de ver.

Se você me perguntar o que eu mais gostei no parque, eu vou responder: a MÚSICA! A seleção de pop africano que rola nos alto-falantes é absolutamente espetacular. Nunca esperaria encontrar música boa num parque temático…

No geral, o que acho bem esquisito é a total falta de qualquer menção ao fato da África ser o lugar de onde descendem tantos americanos. A África do Busch Gardens é um continente de bichos apenas. O assunto deve ser muito explosivo nos Estados Unidos — sobretudo no Sul. Se fosse no Brasil, certamente ia ter uma área dedicada ao candomblé :mrgreen:

Achei uma boa escolha começar o rolê por parques da Flórida por aquele que talvez seja o mais low-tech dos parcões. Mas esperem até o fim pelo balanço geral…

Busch Gardens fica em Tampa, a  cerca de 100 km de Orlando. O ingresso custa US$ 75 + taxas (crianças de 3 a 9 anos, US$ 65 + taxas; até dois anos, de graça). O estacionamento sai US$ 12. O parque abre das 10h às 18h; no verão e em alguns fins de semana pode ter seu horário estendido

Nasa

Kennedy Space Center – É mais um passeio interessante. A 72 km de Orlando está o Kennedy Space Center, em Cabo Canaveral. É possível agendar visitas para um tour na base. Tel: (1 321) 452-2121. http://www.nasa.gov/centers/kennedy/about/visit/index.html

NAPA

Napa Valley engloba cinco importantes cidades vinícolas: American Canyon, Calistoga, Santa Helena, City of Napa e Yountville. A região tem cerca de 150 vinícolas, segundo o Califórnia Wine Institute, e boa parte produz excelentes cabernet sauvignon, chardonnay, merlot e pinot noir. Apesar da fama dessas variedades, outros tipos de uva começam a ganhar espaço na região, como Cabernet Franc, Sangiovese, Sauvignon Blanc, Syrah e Zinfandel.

Parte da fama da região pode ser creditada ao esforço de Robert Mondavi (1913-2008), responsável pelo incremento da vinicultura no norte do Estado da Califórnia. Sua vinícola é parada obrigatória para quem vai à região pela primeira vez. O tour oferecido pela Mondavi Winery é um dos mais educativos e refinados de Napa.

Marinheiros de primeira viagem também devem visitar vinícolas históricas, como Christian Brothers e Beringer, que ostentam construções de pedra, incomum nos Estados Unidos. Visitantes de segunda viagem devem experimentar a rota Silverado Trail, que abriga vinícolas de alto padrão e é um bom refúgio para quem quer evitar o tráfego da highway 29, estrada que corta a região de Napa nas direções Norte e Sul. Iniciantes e iniciados em degustação de vinho não podem deixar de visitar a região de Carneros ( http://www.carneros.com ), que fica entre Napa e Sonoma e tem alguns dos melhores chardonnay e pinot noir da Califórnia. Também é ótima região para experimentar espumantes.

                                                                                 

Quem quer fazer mais do que degustação deve visitar Calistoga, conhecida pelas “hot springs” (águas termais), spas, bons hotéis e restaurantes. Em Santa Helena, “The Culinary Institute of America” ( http://www.ciachef.edu/ )tem um ótimo restaurante e uma carta de vinhos californianos com cerca de 500 rótulos. A casa oferece cursos de formação para sommelier e chefe de cozinha. Também há programas rápidos, de uma semana a um mês, de culinária e vinhos para leigos.

Napa Valley Convention and Visitors Bureau 1310 Napa Town Ctr, Napa Tel: 1 (707) 226-7459 www.napavalley.org/

Associação de vinicultores de Napa www.napavintners.com

Algumas vinícolas de Napa

Alpha Omega Hwy 29 in Rutherford, Napa Valley Tel: 1 (707) 963-9999 www.aowinery.com/

Anderson’s Conn Valley Vineyard 680 Rossi Rd, Saint Helena. Tel: 1 (800) 946-3497. www.connvalleyvineyards.com/tours.htmlwww.aowinery.com

Amicus Cellars 1405 Second St., Ste B, Napa Tel: 1 (707) 963-9999 www.xwinery.com

Alpha Omega Hwy 29 in Rutherford, Napa Valley Tel: 1 (707) 963-9999 www.aowinery.com/

Robert Mondavi Highway 29, Oakville Tel: 1 (707) 258-2597 www.robertmondaviwinery.com

Beringer Vineyards 2000 Main St, St Helena Tel: 1 (707) 967-4412 www.beringer.com

Chateau Montelena Winery 1429 Tubbs Ln, Calistoga Tel: 1 (707) 942-5105 www.montelena.com

Domaine Carneros 1240 Duhig Road, Napa Tel: 1 (707) 716-2788 www.domainecarneros.com

Christian Brothers 4401 Redwood Rd., Napa Tel: 1 (707) 252-3810 www.christianbrosretreat.com

Bighorn Cellars 3105 Silverado Trail Tel: 1 (888) 414-9463 www.bighorncellars.com

Acacia Vineyard 2750 Las Amigas Road, Napa Tel: 1 (707) 226-9991 www2.acaciavineyard.com

Clos Du Val 5330 Silverado Trl, Napa Tel: 1 (707) 261-5225 e 259-2200 www.closduval.com

Cliff Lede Vineyards 1473 Yountville Cross Road, Yountville Tel: 1 (707) 944-8642. www.cliffledevineyards.com

Oakville Ranch 7781 Silverado Trail, Napa Tel: 1 (707) 944-9665 www.oakvilleranch.com

~~ Lar&Etc ~~

~~ Lar&Etc ~~

De Miami a Key West – O caminho das águas

De um lado, o Atlântico. De outro, a Bahia da Flórida. A viagem de Miami a Key West vale pelo destino e pelo caminho. São 255 quilômetros que passam rápido graças a quatro paradas irresistíveis. Pra fazer sem pressa, degustando cada pit stop.

As Florida Keys, arquipélago no extremo sul do Estado norte-americano da Flórida, são um belo destino turístico para quem gosta de sol, calor, paisagens, natureza, praia, esportes aquáticos, agito ou descanso. Ele atrai desde os “snow birds” (idosos americanos ou europeus que “fogem” do inverno e da neve) até jovens casais com filhos, passando por gays a fim de balada e estrangeiros de todo canto.

Existem outros caminhos, mas o legal mesmo é o caminho até Key West de carro, pela Overseas Highway (ponta sul da rodovia federal norte-americana 1). Só ele já vale a viagem.
A rodovia foi inaugurada em 1938, para substituir a estrada construída em 1912 por Henry Flager e destruída por um furacão em 1935. Ela começa nos subúrbios ao sul de Miami e vai ligando as várias ilhas, oferecendo paisagens costeiras magníficas e uma série de 42 pontes que impressionam quem gosta de engenharia.
O caminho de 181 km leva quatro horas para ser feito em velocidade moderada. Mas vale a pena ir com mais calma, parando para ver a paisagem, as aves marinhas e para visitar as muitas surpresas, parques, museus e outras atrações espalhados ao longo do caminho – à esquerda de quem vai, o oceano Atlântico, e, à direita, a baía da Flórida e o golfo do México. Um caminho maravilhoso!
As Florida Keys são divididas em cinco partes: Key Largo, Islamorada, Marathon, Big Pine e Lower Keys e, finalmente, Key West.
Em Key Largo (a maior das ilhas), está o Santuário Marinho Nacional das Florida Keys, primeira área submarina de preservação dos EUA. Lá, é possível observar 44 tipos de corais e mais de 600 espécies de peixes e muitos lugares para fazer mergulho.
Em seguida, vem Islamorada, um conjunto de pequenas ilhas considerado o quartel-general dos pescadores americanos e que é sede de vários torneios internacionais de pesca ao longo do ano. São mais de 50 empresas especializadas em levar visitantes a fisgar marlins, atuns, tubarões e outros peixes que superpovoam essas águas.
Em Marathon, a principal atração é a Seven Miles Bridge, uma ponte que tem quase sete milhas (cerca de 11 km). Outra atração é Crane Point, sítio histórico e arqueológico com registro da civilização pré-colombiana da região.
Depois vem Dolphin Research Center – misto de parque aquático e centro de conservação, é uma das mais famosas atrações turísticas das Keys  ali viveu e foi treinado o golfinho Mitzi, mas conhecido por Flipper, personagem que interpretou no cinema, onde também é possível interagir com golfinhos ou visitar o Museu de História Natural das Keys.
A viagem segue por Big Pine e pelas Lower Keys, também chamadas de “as Keys naturais”, conhecidas pela fauna, flora e pelo recife de Looe Key, considerado um dos melhores lugares do mundo para mergulhar.
4ª. Parada é a Bahia Honda State Park – pouco depois de cruzarmos a Seven Mile Bridge, a maior e mais famosa ponte da Overseas Highway, com 11 quilometros de extensão. É fato que as Keys não são exatamente famosas pela beleza de suas praias, muitas delas artificiais. Mas a Bahia Honda, estrela maior do parque estadual homônimo é exceção à regra. A longa faixa de areia branquinha, a rica vegetação nativa, cheia de espécies que só crescem ali, e um mar de águas verdes e transparentes são preservados pela unidade de conservação, dotada de boa infra-estrutura com lugar para camping, piqueniques e esportes aquáticos.
Key West – Onde tudo acontece, ilha de cerca de 20 Km2, caracterizada pela calma, pela diversidade, pelo charme “século 19″, pela arquitetura típica que mistura o colonial espanhol com influências de Bahamas e de Cuba. Um antigo refúgio de piratas cujo clima quente e calmo atraiu, ao longo do século 20, escritores como Ernerst Hemingway, Tennessee Williams e Elizabeth Bishop e, atualmente, recebe cerca de 3 milhões de turistas ao ano.
Pode escolher um lugar para estacionar o carro, porque eles são dispensáveis, tudo se faz a pé ou de bicicleta (alugada), como: comprar charutos enrolados na frente do cliente por imigrantes cubanos. O outro é ver o famoso pôr-do-sol, seja nas sunset trips de barco, seja na Mallory Square. Biritar de bar em bar, ouvindo sempre boas histórias de piratas sem deixar de saborear a maravilhosa e famosa torta de lima.
Muitas das principais redes de hotéis estão lá, mas também é possível dormir bem e barato nas pequenas “bed and breakfasts” que funcionam em casas restauradas da região central. O mesmo vale para a comida: as principais redes de fast food marcam presença, mas você encontrará restaurantes mais refinados, para todos os paladares e bolsos.
Para quem gosta de aventura, a ilha tem opções de mergulho e de passeios de barco. Ela também abriga o Museu Marítimo Mel Fisher, batizado em homenagem ao caçador de tesouros que resgatou mais de US$ 400 milhões do galeão espanhol Nuestra Señora de Atocha, naufragado no século 17 a 72 km da costa.
A Duval Street, rua principal do centro de Key West, tem diversão para todos os gostos. Galerias de arte, bares, restaurantes, compras. Para quem gosta de bater perna e ver vitrines, é um prato cheio. A ilha também tem museus, como a casa de Hemingway, uma excelente introdução à obra do autor, cuja literatura está tão ligada ao ambiente das Keys e do Caribe, e o Museu de Arte e Históra, próximo a Mallory Square, com coleções de belas-artes e sobre a história das Keys, descobertas em 1513 pelo aventureiro Ponce de León e pelo cronista Antonio de Herrera.
Destino gay – Key West é considerado um dos principais destinos do turismo gay na América. Enfim, as Keys podem ser uma boa pedida turística para quem quer conhecer uma Flórida que vai um pouco além de cidades como Miami e Orlando.

Key West

Key West – Onde tudo acontece, ilha de cerca de 20 Km2, no sul da Flórida, caracterizada pela calma, pela diversidade, pelo charme “século 19”, pela arquitetura típica que mistura o colonial espanhol com influências de Bahamas e de Cuba. De um lado, o Atlântico. De outro, a Bahia da Flórida. A viagem de Miami a Key West vale pelo destino e pelo caminho. São 255 quilômetros de ponte que passam rápido graças a quatro paradas irresistíveis. Pra fazer sem pressa, degustando cada pit stop. Distante apenas 90 milhas de Cuba, Key West, no arquipélago de Florida Keys, desde há muito tempo é um elegante destino de férias para turistas que procuram diversão, sol e estilo. Um antigo refúgio de piratas cujo clima quente e calmo atraiu muita gente como escritores como Ernerst Hemingway, Tennessee Williams e Elizabeth Bishop e, atualmente, recebe cerca de 3 milhões de turistas ao ano.
As Florida Keys são divididas em cinco partes: Key Largo, Islamorada, Marathon, Big Pine e Lower Keys e, finalmente, Key West, sendo a maior cidade da ilha. Vibrante e divertida que apresenta um astral de férias ensolarado e emocionante. Casas coloridas, singelas cercas de piquete, ruas de palmeiras alinhadas e “mansões de contos de fada”, onde um grupo de moradores burlescos, mas simpáticos são um algo a mais num ambiente descontraído. Tudo se faz a pé ou de bicicleta (alugada), como: comprar charutos enrolados na frente do cliente por imigrantes cubanos. Faça compras de souvenirs engraçados e deguste um coquetel mojito com influência cubana. Galerias de arte, bares, restaurantes, museus, como a casa de Hemingway. Para quem gosta de aventura, a ilha tem opções de mergulho e de passeios de barco. O outro é ver o famoso pôr-do-sol, seja nas sunset trips de barco, seja na Mallory Square. Enfim… as ilhas são um belo destino turístico para quem gosta de sol, calor, paisagens, natureza, praia, esportes aquáticos, agito ou descanso.

~~ Lar&Etc ~~

Everglades National Park

(por conta própria  é mais barato)

Fonte:

http://www.evergladessafaripark.com/

O local chama-se: Everglades Safari Park, http://www.evergladessafaripark.com/

Os barcos partem a cada 30 minutos.

Os preços são os seguintes:

Adultos: U$23.00 (já com taxas).
Crianças: U$10.00 (já com taxas)

Crianças menores de 5 anos não pagam ingresso.

Imagem

Quer um cupom de desconto? Então http://www.evergladessafaripark.com/coupons.htm , imprima-o e economize U$3.00. Além disto haverão descontos para a loja e o restaurante.

Indo pela Gray Line  http://www.graylinemiami.com/ , você pagará os seguites valores:

Adultos: U$48.00.
Crianças: U$38.00.

Como chegar

Basta colocar o seguinte endereço em seu GPS: Everglades Safari Park – 26700 SW 8 St, Miami.

Você poderá digitar também o nome ‘Everglades Safari Park’ na função pontos de interesse do seu GPS.

Após adicionado, basta seguir as instruções. O caminho é fácil, muito bem asfaltado e sinalizado. Você chegará lá em uma hora.

Ao chegar

Chegando lá você deverá comprar os ingressos e esperar. Os barcos partem de 30 em 30 minutos, então certamente você não irá esperar muito.

~~ Lar&Etc ~~

Informações desorganizadas ainda

Reino da magia – Os outlets

Orlando tem a Disney, Sea World, Busch Gardens e The Wizarding World of Harry Potter, no parque Universal

por Júlia GouveiaFonte: VIAGEM E TURISM)
Mais emocionante do que uma montanha-russa desgovernada são os descontos i-n-c-r-í-v-e-i-s dos outlets e malls de Orlando. Selecionamos os quatro principais centros de compras e as barbadas que eles têm

ORLANDO PREMIUM OUTLETS

Por que ir

É o que fica mais próximo ao complexo Disney. Trata-se de um gigantesco espaço a céu aberto com 150 lojas espalhadas por vários corredores. Tem todas aquelas marcas que fazem o coração dos brasileiros disparar: Calvin Klein, Diesel, Guess, DKNY, Levi’s – com até 65% de desconto (e, às vezes, até mais). Vá disposto a andar bastante e também a enfrentar as hordas de brasileiros que lotam as lojas de esportes, como a Nike Store e a Adidas.

As melhores lojas

As de marcas mais sofisticadas, como Armani, Dior, Salvatore Ferragamo e Fendi – os preços não vão ser uma barbada, mas com certeza mais acessíveis que os das lojas em Milão.

A pechincha

Mala de viagem de tamanho médio da Samsonite por US$ 110* na The Luggage Factory.

5 8200 Vineland Avenue, 238-7787, www.premiumoutlets.com; 2ª/sáb 10h/22h, dom 10h/21h.

PRIME OUTLETS ORLANDO

Por que ir

Simplesmente porque se trata do maior outlet de Orlando, com 175 lojas. É muito fácil confundi-lo com o Premium, pois fisicamente os dois são bem parecidos. No entanto, eles se diferenciam por algumas poucas lojas, como a Forever 21, de roupas femininas modernas e baratíssimas, e uma megaloja da queridinha Victoria’s Secret.

A melhor loja

As filiais das lojas de departamentos Saks Fifth Avenue e Neiman Marcus. As duas multimarcas são conhecidas por trabalhar com grifes requintadas, como Dior e Valentino, entre outras. Vale a pena fuçar nas áreas de acessórios, sapatos e maquiagem.

A pechincha

Cuecas samba-canção da Gap por US$ 3.

5 5401 Oakridge Road, 352-9600, www.primeoutlets.com; 2ª/sáb 10h/21h, dom 11h/19h.

FLORIDA MALL

Por que ir

Congrega várias marcas queridas dos brasileiros num único espaço: lá você encontra a Sephora, um templo para os fanáticos por cosméticos, a Banana Republic, a Gap, a Puma, a Macy’s. Outro ponto positivo é a boa navegação: como ele é totalmente plano (lembra o Center Norte, em São Paulo), fica fácil andar pelas 260 lojas. O difícil é conseguir ver tudo.

A melhor loja

A M&M World (e alguém resiste aos fofos chocolates coloridos?). A loja é imensa (cerca de 1 500 metros quadrados) e tem todos os tipos de lembrancinhas no formato de um M&M: desde o doce em várias cores até camisetas, abajur, escova de dentes…

A pechincha

Camisetas femininas por US$ 20 cada da Abercrombie & Fitch.

5 8001 Orange Blossom, 851-6255, www.simon.com; 2ª/sáb 10h/21h, dom 12h/18h.

MALL AT MILLENIA

Por que ir

Todo mundo merece um pouco de glamour depois de se acabar nos parques. É o shopping top de Orlando. Lá você encontra as grifes mais badaladas do mundo em um só corredor: Chanel, Burberry, Louis Vuitton, Tiffany & Co. Os preços, claro, não são de outlet. Mas tem lojas mais amigas do bolso, como Gap, Zara e Urban Outfitters – fora que vira e mexe rolam promoções que compensam bastante.

A melhor loja

A Apple Store é bem mais completa que a filial do Florida Mall. Em maio, era a única loja de Orlando que tinha estoque do iPad. Vende desde eletrônicos até acessórios da marca. Mas não espere um atendimento atencioso.

A pechincha

Jaqueta jeans da Ralph Lauren, na Macy’s, por US$ 50.

5 4200 Conroy Road, 363-3555, www.mallatmillenia.com; 2ª/sáb 10h/21h, dom 12h/19h.

________________________________

……………………………………………………………………………………………………………….

~~~~~Lar&Etc

Exibida e histórica, Miami é opção para todos os estilos de viajantes

Arte UOL

Miami é mesmo vaidosa e parece pouco tímida na hora de exibir seus dotes aos que chegam à principal porta de entrada para a Flórida, estado localizado no sul dos Estados Unidos.

Em Miami Beach, parada obrigatória para quem visita a cidade, o dia mal escurece e a arquitetura de tons pastéis do Art Deco District ganha o brilho exagerado dos neons dos hotéis e casas noturnas; a Ocean Drive e suas paralelas se enchem de carrões sob o comando de cinquentões acompanhados de moças com corpos esculpidos em academia; e os visitantes mais consumistas se esforçam para carregar sacolas com nomes de grifes estampados em letras nada discretas.

A cidade é tão exibida que, de tempos em tempos, ressurge como cenário para algum seriado americano de alcance mundial. Foi assim com as investigações policiais de Miami Vice, nos anos 80, e CSI: Miami, há quase uma década. É tanta inspiração que a cidade acaba de voltar-se para os holofotes na recém-lançada (e misteriosa) série ?The Event? que emprestou a sofisticação de Coral Gables, um dos mais belos cenários de Miami, para abrigar a residência de praia do fictício presidente americano, Elias Martínez, interpretado pelo ator Blair Underwood.

Porém quando aquelas luzes se apagam, o dia seguinte revela uma Miami que poucos se lembram de querer conhecer e o visitante descobre uma cidade capaz de mudar a opinião até do mais receoso dos viajantes ou surpreender aqueles que ainda encaram as compras como únicas possibilidades no destino.

Em pleno centro da cidade, uma atração chama a atenção. Tão imponente quanto os altos edifícios espelhados que tentam ofuscar-lhe a beleza, a Freedom Tower ainda relembra, saudosa, o tempo em que esse edifício de 1925 com arquitetura inspirada nas torres da Giralda, na Espanha, abrigava refugiados cubanos, nas décadas de 60 e 70.

Em South Beach, as construções em estilo art déco dos anos 20 e 30 ainda podem ser apreciadas na agitada Ocean Drive, avenida que abriga clássicos da hotelaria e da arquitetura como o Colony Hotel, de 1935, e o Cardozo Hotel, de 1939. Sem contar a opção de excelentes e inusitados museus, como o Wolfsonian, um simpático espaço dedicado às últimas décadas do american way of life, e o World Erotic Art Museum, que dispensa apresentações.

Em Coral Gables, o visitante quase acredita que acaba de desembarcar em algum destino histórico do Velho Continente, do outro lado do Atlântico. Essa cidade dentro de Miami possui arquitetura em estilo mediterrâneo, cercada por fontes e boulevards arborizados. O bem sucedido projeto foi desenvolvido por George Merrick, ex-governador da Flórida que, na década de 20, idealizou uma região que reunisse, em um mesmo local, residências e negócios para os moradores.

É ali que atrativos como a Venetian Pool, piscina histórica esculpida em pedra coral, os jardins europeus do Vizcaya, casarão em estilo italiano de 1916, e o clássico Biltmore Hotel, declarado Patrimônio Histórico Nacional, provam que Miami é, sim, exibida. Mas não esquece seu passado.

NO UOL

Folha Turismo Em Miami, South Beach é o lugar para badalar e observar ( http://www1.folha.uol.com.br/livrariadafolha/1179233-prepare-se-para-passar-traz-dicas-para-a-hora-da-prova.shtml )

INFORMAÇÕES E SERVIÇO

Site de Turismo dos EUAwww.discoveramerica.com

Site de Miamiwww.miamigov.com

Site de turismo de Miamiwww.miamiandbeaches.com

Site dos parques estaduais da Flóridawww.floridastateparks.org

Informações Turísticas – Greater Miami Convention & Visitors Bureau, 701, Brickell Avenue, tel. 1 (305) 539 3000. De seg. a sex., das 8h30 às 18h. www.miamiandbeaches.com

Código do país – 1

Código de Miami – 305

Moeda ? Dólar norte-americano. Para saber mais sobre a cotação da moeda, acesse: economia.uol.com.br/cotacoes

Idioma ? Inglês, mas bastam alguns minutos em Miami para que o turista se dê conta de que o espanhol é quase uma segunda língua oficial desse destino turístico em que nem os cartazes do transporte público e os anúncios publicitários escapam da forte influência de estrangeiros hispânicos. Se for optar pelo espanhol, prepare-se para ouvir o ?spanglish?, um curioso dialeto local que reúne em uma mesma frase palavras em inglês e espanhol.

Fuso horário ? Miami está duas horas atrás do horário de Brasília.

Gorjetas ? Nem todos os estabelecimentos incluem na conta a taxa de serviço que pode variar de 15% a 18%, valor esperado também pelos taxistas.

Documentos ? Passaporte e visto são os documentos indispensáveis para entrada no país, cuja verificação ocorre, ostensivamente, ainda nos aeroportos brasileiros. Prepare-se para uma verdadeira maratona para solicitação do visto norte-americano que inclui o acesso ao site www.visa-usa.com.br, pagamento de R$ 38 para agendamento de entrevista na Embaixada do Distrito Federal ou nos consulados do Rio de Janeiro, São Paulo e Recife, e o preenchimento de um questionário. Depois do agendamento, deve-se pagar uma taxa de US$ 140, nas agências do Citibank. No dia da entrevista, é obrigatória a presença do solicitante e a apresentação dos formulários de pedido de visto, comprovante de pagamento da taxa, passaporte válido e outros documentos listados no site www.embaixadaamericana.org.br. É recomendável que o visitante faça a solicitação do visto com antecedência, uma vez que a espera para entrevista nos consulados mais procurados, como os de São Paulo e Rio de Janeiro, pode demorar mais de três meses.

_________________________________________________________________

Mais MIAMI

Clima

Miami é uma cidade localizada no litoral do estado da Flórida, com população superior a 400.000 habitantes, apresenta clima tropical, com maior incidência de chuvas durante o verão. Miami oferece inúmeras opções de lazer e entreterimento, figurando como um dos destinos mais procurados pelos brasileiros.

Aeroporto

A cidade de Miami conta com o seu próprio aeroporto internacional – Miami International Airport que recebe mais de 30 milhões de passageiros a cada ano. As locadoras de veículos ficam num prédio específico, acessível por monotrilho – RCC (Rental Car Center).

O porto

O porto de Miami – Port of Miami – é considerado um dos maiores do mundo e nele partem os navios das mais renomadas empresa de cruzeiros marítimos como: Carnival Cruise Lines, Celebrity Cruises, Royal Caribbean International, entre outras.

O transporte público

O transporte público em Miami é operado pela Miami-Dade Transit e pela South Florida Regional Transportation Authority, e inclui trens, metrô (Metromover/Metrorail), ônibus (Metrobus). O Metrorail é um sistema de transporte – metrô – elevado com aproximadamente 36 quilômetros de extensão e que atende a diversas regiões da cidade. Já o Metromover, é um transporte gratuito, também elevado, que serve a região de Downtown por meio de 03 linhas.

As diferentes regiões

Miami pode ser dividida em duas regiões, a primeira do continente, sendo que a leste da cidade temos Downtown Miami (Brickell, Virginia Key, Watson Island e pelo porto de Miami) com muitos escritórios, bancos, lojas e algumas atrações para os turistas. E ao sul estão: Coral Way (área residencial) e Coconut Grove, que oferece muitas lojas e restaurantes interessantes.

No lado oeste da cidade – continente encontram-se ainda: Little Havana – onde está a maior parte da comunidade cubana, Little Haiti, North Miami, Surfside e Sunny Isles. Ao norte temos: Midtown, Edgewater e Wynwood. Ao noroeste de Miami: Liberty City e Opa-Locka.

Na parte das ilhas, está Miami Beach – South Beach e Key Biscayne. South Beach é uma região muito popular, com a Lincoln Road repleta de lojas e restaurantes, Ocean Drive e Collins Avenue, onde predominam bares e hotéis, Española Way com suas galerias e restaurantes, Alton Road e Washington Avenue que possui a maiorias dos mais badalados clubes noturnos da cidade. Na área metropolitana de Miami residem mais de 5 milhões de habitantes.

Veículos de comunicação

O maior jornal – em inglês – sobre Miami é o The Miami Herald e em espanhol – El Nuevo Herald. Em se tratando de revistas especializadas, destacam-se: Miami Monthly e Ocean Drive. Dentre as emissoras de televisão, em Miami estão: Telemundo, TeleFutura, dentre outras.

Esportes

A cidade de Miami é o lar das equipes profissionais: The Miami Dolphins – futebol americano, Miami Heat – basquete, Florida Marlins – baseball, e Florida Panthers – hóquei.

Educação

As escolas públicas em Miami são administradas pelo Miami-Dade County Public Schools, também oferecendo muitas escolas particulares de renome como: Our Lady of Lourdes Academy, St. Hugh Catholic School, St. Theresa School, etc.

E entre as universidades existentes, destacam-se: Florida International University, Miami Dade College e a University of Miami.

Como ir de Miami a Orlando de carro

Assim que você sai da locadora deverá pegar a estrada denominada Turnpike (atual “Ronald Reagan Turnpike”). A estrada é muito bem conservada que irá levá-lo de Miami até Orlando em 400 (quatrocentos) quilômetros, durante o percurso você vai passar por alguns pedágios. A Turnpike possui somente 02 (dois) sentidos: N (North) e S (South), sendo que de Miami para Orlando pegue sentido “N” e de Orlando para Miami pegue sentido “S”.

Da área metropolitana de Miami até Fort Lauderdale, são três pedágios pelo caminho, cada um custa US$ 1,00. Existem 03 (três) tipos de “box” para pagamento do pedágio:

– O primeiro deles somente aceita pagamento em moedas (quarters), basta jogá-las na cesta e seguir em frente, é necessário que se tenha o valor exato. Este tipo de “box” pode ser encontrado em algunas saídas da Turnpike;

– O segundo é o Sun Pass, que você não deve entrar de jeito nenhum a não ser que você tenha um veículo com tarifador automático de pedágio; e,

– O terceiro, possui 01 (um) caixa, onde você será atendido por um funcionário que irá lhe dar o troco, caso você não tenha moedas.

Após passar pelos pedágios mencionados (03 – três – da região metropolitana de Miami até Fort Lauderdale), você terá somente 02 (duas) opções: – O Sun Pass (não entre nessa fila de jeito nenhum, como já falamos anteriormte); e, – O TKT (entre nessa fila), onde você irá retirar um cartão com uma funcionária que deverá se pago apenas quando você sair da estrada, ou seja, assim que você sair da Turnpike em Orlando, verá um “box” com as inscrições TKT, é nele que você irá pagar proporcionalmente pela quilometragem que você rodou na estrada (custa em torno de US$ 13,80).

Dica do amigo Antonio Crescenti: A Turnpike é uma reta só, sendo que a cada 45 (qurenta e cinco) milhas você irá encontrar “plazas” (lanchonetes, restaurantes, lojinhas, postos de combustível, etc). Observe que essas paradas sempre ficam localizadas no meio da estrada, e dão acesso para os dois sentidos da Turnpike. Assim, quando for sair lembre-se: – Se estiver indo de Orlando para Miami procure pela “South Exit”; e, se estiver indo de Miami para Orlando utilize a “North Exit”.

Temperatura e chuvas

Segue abaixo uma tabela com as temperaturas (em graus Celsius):

MÊS MÁX. MÍN.
JANEIRO 24° 16°
FEVEREIRO 26° 16°
MARÇO 27° 18°
ABRIL 29° 20°
MAIO 31° 22°
JUNHO 32° 24°
JULHO 33° 25°
AGOSTO 33° 24°
SETEMBRO 32° 24°
OUTUBRO 29° 22°
NOVEMBRO 27° 20°
DEZEMBRO 26° 17°

Com relação a chuva, segue um quadro ilustrando os índices pluviométricos:

MÊS (mm)
JANEIRO 47.8
FEVEREIRO 52.6
MARÇO 65
ABRIL 85.3
MAIO 140.2
JUNHO 216.9
JULHO 147.1
AGOSTO 219.2
SETEMBRO 212.9
OUTUBRO 157.2
NOVEMBRO 87.1
DEZEMBRO 55.4

Fonte: The Weather Channel

  • Parques e passeios
  • Museus e outras atrações
  • Shoppings
  • Restaurantes

Parques e passeios

Miami oferece lindos parques e maravilhosos passeios:

  • Jungle Island

    1111 Parrot Jungle Trail, Miami, FL

    jungleisland.com/

    Atração criada pelo austríaco Franz Scherr que 25 anos após a sua chegada aos Estados Unidos (1911) inaugurou uma das atrações turísticas mais interessantes de Miami. A sua idéia original era criar um espaço, uma atração, onde os pássaros pudessem voar livremente. Atualmente Jungle Island conta com mais de 1.100 pássaros, outros animais como tigres (atração – “Tale of the Tiger”), pingüins africanos, o liger (parte leão, parte tigre), cangurus, lhamas, orangotangos, babuínos, gibões, crocodilos (inclusive o Crocosaurus um enorme crocodilo), e mais de 2.000 variedades de flores e plantas. Você também poderá nadar e relaxar na La Playa, uma praia particular, bem como fazer passeios como Jungle Encounter e Safari Tours. Horário de funcionamento: diariamente, das 10h:00min as 18h:00min. Os ingressos custam US$ 29,95 para adultos, US$ 27,95 para maiores de 65 anos e US$ 23,95 para crianças de 03 a 10 anos de idade.

  • Key West

    Key West (Miami, FL

    Para aqueles que irão ficar vários dias em Miami vale a pena dar uma “esticadinha” até Key West que fica a pouco mais de 200 quilômetros de distância, fica localizada bem próximo de Cuba, sendo a última ilha de Florida Keys. Em Key West você encontra a casa onde morou o escritor Ernest Hemingway e por Key West também já passou o dramaturgo, escritor e poeta americano Tennessee Williams. A parte mais antiga de Key West é conhecida como “Old Town” e compreende Key West Historic District, onde se localizam os maiores pontos turísticos da ilha incluindo: Mallory Square, Duval Street, Truman Annex e Fort Zachary Taylor. A parte conhecida como “New Town” é onde ficam as lojas, áreas residenciais, escolas e também o link).

  • Miami Metrozoo

    12400 SW 152nd Street, Miami, FL

    www.miamimetrozoo.com/Este maravilhoso zoológico é de propriedade do Miami-Dade County Park and Recreation Department e oferece mais de 80 exibições, contando com mais de 1.300 animais de 400 espécies diferentes, sendo 48 em risco de extinção. O Metrozoo encontra-se na lista dos 10 melhores zoológicos dos Estados Unidos eleitos peloa revista Travel & Leisure. Horário de funcionamento: – diariamente das 09h:30min as 17h:30min. O valor do ingresso é de US$ 13,95 para adultos e de US$ 9,95 para criança com idade entre 03 e 12 anos.

  • Miami Seaquarium

    4400 Rickenbacker Causeway, Miami, FL

    www.miamiseaquarium.com/No Miami Seaquarium você poderá ver os famosos golfinhos, baleias, leões-marinhos, baleiras, tartarugas, peixes-bois e muitas outras espécies, sendo agora também são oferecidos dois pacotes de programas para interação com golfinhos.

  • Monkey Jungle

    14805 Southwest 216th St. Miami, FL

    www.monkeyjungle.com/Trata-se de um zoológico com conceito inovador, que abriga mais de 400 primatas que divertem-se livres numa reserva com tamanho de 30 acres. Horário de funcionamento – diariamente das 09h:30min as 17h:00min. Os ingresso custam US$ 29,95 para adultos e US$ 23,95 para crianças com idade dos 03 aos 09 anos.

  • Passeio de barco

    Miami, FL

    Muitas empresas oferecem passeios de barco que permitem ao turista uma visão única de Miami, atravessando as suas mais diversas regiões, inclusive, pelas mansões das celebridades como Julio Iglesias, Shaquille O’Neil, dentre outras. Bom que se diga que existem vários tipos de passeios, alguns deles, que incluem podem chegar a ter até 06 (seis) horas de duração. Dentre as empresas que trabalham nesse segmento destacam-se: a Island Queen Cruise – link.

  • Passeio em Lincoln Road

    Lincoln Road, Miami, FL

    Lincoln Road – um dos destinos mais badalados de Miami, tanto por conta das celebridades que frequentam, quanto por suas lojas e restaurantes famosos como o Yuca e o Van Dyke para os fãs de jazz, já que conta com apresentações ao vivo. Trata-se de uma rua só para pedestres, e com o belo clima da Flórida é um lindo shopping a céu aberto durante o dia, com lojas variadas, restaurantes charmosos, galerias de arte. E a noite um local perfeito para se divertir, ver gente bonita, apreciar uma boa música, comida e bebidas. Dentre os restaurantes que você encontra em Lincoln Road estão: Alta Mar, Pizza Rustica, Americana , Raphael Restaurant, Balans, Santo, Da Leo, Segafredo, Doraku, Spris, Johnny Rockets, Sushi Siam, Kim’s Tiramesu, La Lupa di Roma Touch, Locanda Sibilla, Van Dyke, Pizza E Via, World Resources e Yuca. Dentre os clubes destacam: Gemma, Habana Room, Yuca, Santo, Score e Set. As principais lojas que você encontra em Lincoln Road são: 579 (323 Lincoln Road – link)e X-O-T (829 Lincoln Road).

~~~~~~~~~~ Lar&Etc

Saint Augustine na Flórida é a cidade mais antiga dos Estados Unidos
que está ocupada desde a sua fundação. A cidade tem muitos traços da
passagem espanhola, herança de seu fundador, o explorador e almirante
espanhol Pedro Menendes de Aviles.

  ~~ Lar&Etc ~~

Outras DICAS

Alimentação

No País Estrangeiro

Doenças Transmitidas pela Água e Alimentos:

Um problema comum em viagem é a diarréia causada pela ingestão de alimentos ou água contaminados.

Esteja sempre atento à natureza e à qualidade daquilo que você ingere e oferece às crianças.

Observe as medidas básicas de higiene e as seguintes recomendações:

Lave as mãos com água e sabão várias vezes ao dia, principalmente antes de ingerir alimentos, após utilizar conduções públicas ou visitar mercados ou locais de muito fluxo de pessoas. Beba somente água mineral engarrafada.

Se não for possível, trate a água disponível com Hipoclorito de sódio a 2,5%, colocando 2 gotas em 1 litro de água e aguardando por 30 minutos antes de consumir;

– Evite adicionar gelo nas bebidas; – Assegure-se que o alimento esteja bem cozido, frito ou assado; – Fique atento à temperatura dos alimentos expostos para venda.

Os alimentos perecíveis devem ser mantidos em baixa temperatura (abaixo de 5° C) e os quentes bem aquecidos (acima 60 °C);

– Evite o consumo de frutos do mar crus; – Moluscos e crustáceos podem conter toxinas que permanecem ativas mesmo após a cocção; – Não consuma leite nem seus derivados crus; – Não consuma preparações culinárias que contenham ovos crus; – Frutas e verduras que possam ser descascadas e cujas cascas estejam íntegras, podem ser consumidas cruas; – Quando for consumir alimentos exóticos, seja prudente e não exagere; – Evite o consumo de alimentos vendidos por ambulantes; – Alimentos embalados devem conter no rótulo a identificação do produtor, data de validade e a embalagem deve estar íntegra.

Informações extraídas do site da Anvisa, em http://www.anvisa.gov.br/sispaf/pdf/Guia_de_Saude_do_viajante.pdf___________________________________

Walt Disney World

Distante cerca de 10 km do centro de Orlando, o Complexo Disney conta com quatro parques temáticos (Magic Kingdom, Epcot, Disney’s Hollywood Studios – MGM, Disney’s Animal Kingdom), dois parques aquáticos (Disney’s Blizzard Beach e Disney’s Typhoon Lagoon) e áreas menores de recreação, como um complexo esportivo e spas.

Além dos brinquedos, os parques têm durante todo o dia desfiles temáticos, as paradas, e um show de fogos à noite. Visita à parte deve ser feita a Downtown Disney. Um espaço que reúne lojas, restaurantes, espetáculos, teatros e boates (Pleasure Island). Ideal para conhecer à noite, quando os flashes de néon se misturam a uma névoa baixa, que deixa no ar um clima futurista e ao mesmo tempo encantado.

Mais uma opção na área da Disney é o Cirque du Soleil, que está em uma área fixa, atualmente com apresentações do espetáculo “La Nouba”.

Para detalhes atualizados das programações dos parques, ligue (1 407) 939-6244 ou acesse: http://disneyworld.disney.go.com/wdwi/pt_BR/index.

Magic Kingdom – Famoso por abrigar o Castelo da Cinderela, o Magic Kingdom é ponto de partida para quem quer conhecer o mundo mágico da Disney. O parque tem atrações emocionantes como o Splash Mountain, uma montanha-russa com queda na água, e o Space Mountain, onde é possível dar uma volta de carrinho no escuro, acompanhado pelas estrelas e planetas no interior do brinquedo. A Casa do Mickey, a Ilha de Tom Sawyer e os Piratas do Caribe também podem ser vistos nesse parque.

Epcot – É o parque da Disney que pode ser reconhecido à distância: seu símbolo, um globo prateado que abriga exposições e atrações em seu interior, está bem na entrada do parque. Faça um tour pelos pavilhões de 11 países do mundo e não perca a aventura em 3D “Querida, Encolhi as Crianças” e a atração do peixe-palhaço do filme da Disney “Procurando Nemo”, criada especialmente para as crianças. Horário de funcionamento do parque: todos os dias, das 9h às 21h.

Disney’s Hollywood Studios (MGM) – Anteriormente conhecido como Disney-MGM Studios, o Disney’s Hollywood Studios é o Parque da Disney que apresenta o melhor dos filmes, cenários e estúdios de Hollywood. As atrações do parque esbanjam música, televisão, cinema e teatro. Alguns dos filmes mais famosos da Disney, como “High School Musical 2: School’s Out!”, “Indiana Jones”, “A Pequena Sereia”, têm suas réplicas expostas nos diferentes brinquedos espalhados pelo parque. Não deixe de subir no veículo que leva a uma viagem pela história e pelos clássicos do cinema. Horário de funcionamento: de seg. a sex., das 9h às 19h; sáb., das 9h às 22h; dom., abre às 9h (horário de encerramento varia de acordo com a programação do dia). Para consultar o horário de funcionamento, atualizado mensalmente, consulte o site.

Disney’s Animal Kingdom Park – Animal Kingdom, o Reino Animal, é um parque que proporciona encontros com animais de todo o tipo em safáris e selvas, que parecem bem reais. Para as crianças, o Dino-Sue é uma ótima opção de aventura. Tirar fotos com o dinossauro T-Rex, exposto no local, é uma das coisas que os turistas mais gostam de fazer durante a visita. Não perca o passeio de Wildlife Express Train que passa por alojamentos de animais e áreas de proteção do parque. Para mais informações sobre os horários de funcionamento, acesse o site.

Disney’s Blizzard Beach – O parque aquático é um dos dois que fazem parte do complexo da Disney. Blizzard Beach abriga o escorregador aquático mais alto e rápido do país. As atrações mais conhecidas são Downhill Double Dipper, escorregadores de velocidade que podem chegar a até 40 km/h durante a descida. O Cross Country Creek é opção para quem não gosta de brinquedos tão radicais. Trata-se de um calmo rio sinuoso que corre ao longo do parque inteiro, perfeito para boiar em curtir a paisagem bem devagarzinho. Mais informações sobre o horário de funcionamento, veja no site do parque.

Disney’s Typhoon Lagoon – O parque abriga nove escorregadores e uma das maiores ondas do mundo criadas artificialmente, além de vários tipos de toboáguas. As descidas podem ser feitas com bóias gigantes ou individuais. Uma das atrações que faz bastante sucesso no local é o surfe oferecido durante todo o dia. Mais informações sobre o horário de funcionamento veja no site do parque

Universal Studios

O Universal Studios é um pouco mais perto, fica a 5 km do centro de Orlando, tem menos parques do que a Disney. São dois temáticos (Universal Studios e Islands of Adventure) e um aquático (Wet’n Wild).

Na mesma linha da Disney, o Universal Studios também tem horários para as paradas. Com menos glamour do que as da Disney, mas não com menos interesse das crianças, os bonecos infláveis gigantes, que também representam personagens, “andam” pelas ruas do parque.

CityWalk é o corredor dos restaurantes, lanchonetes, casas de espetáculo e lojas da Universal. Com o maior Hard Rock Cafe do mundo, o espaço reúne os jovens com shows variados de rock, jazz e salsa todas as noites.

Em contrapartida ao Cirque du Soleil na Disney, o Universal Studios tem o Blue Man Group, grupo de performance que agrega música e humor em um espetáculo multimídia.

A programação dos parques e os horários de funcionamento variam de acordo com as atrações programadas para o dia. Para mais informações, acesse: http://www.universalorlando.com/calendar.html?calendar=uo_park_hours&template=uo_park_hours.html

Universal Studios – O parque é dividido em seis zonas: Production Central, Hollywood, Kidzone, World Expo, San Francisco/Amity, New York. Cada uma dessas áreas abriga uma ou mais atrações especiais. O brinquedo Jaws, inspirado no conhecido filme “Tubarão”, e a aventura do ET são imperdíveis. Lá você vai encontrar também os “Homens de Preto” e a atração Shrek 4D, que faz referência ao filme do ogro verde.

Islands of Adventure – Cada uma das cinco ilhas tem atrações baseadas em lendas, quadrinhos, heróis e histórias infantis. As mais conhecidas são as quatro com o tema Jurrasic Park.

Wet’n Wild – O parque aquático conhecido internacionalmente é uma das atrações do Universal Studios. Desça em diferentes toboáguas e desfrute de atrações aquáticas bem emocionantes.

SeaWorld

Fora do circuito Disney-Universal, o complexo SeaWorld oferece três diferentes parques e é parada obrigatória para quem gosta do mundo aquático e de montanhas-russas radicais.

Ana Paula Calandrini Show com baleias no SeaWorld

SeaWorld – As apresentações da baleia Shamu são as mais esperadas, com um show à parte no espetáculo “Believe”. Aberto todos os dias. Todas as atrações começam às 9h. http://www.seaworld.com/orlando/default.aspx

Discovery Cove – O Discovery Cove é o segundo parque do SeaWorld e traz uma proposta diferente, mais interativa. Neste parque você pode mergulhar e brincar com golfinhos, peixes e arraias, explorar um navio naufragado e segurar os pássaros na mão. Há ainda a opção de mergulho a 2 metros de profundidade para observar tubarões e barracudas. Não é permitida a entrada de menores de 6 anos. A visita só pode ser feita com reserva, pelo telefone (1 407) 370-1280 ou pela Internet.

Busch Gardens – Um pouco mais distante, em Tampa Bay (130 km de Orlando), você encontra o terceiro parque do grupo, o Busch Gardens. Com atrações mais radicais, como a montanha-russa de mergulho, que chega a 90 graus, tem como temática o continente africano. Você pode programar safáris em um caminhão aberto, onde vai encontrar leões, elefantes, crocodilos, rinocerontes… http://www.buschgardens.com/

Compras

Orlando tem uma grande quantidade de shoppings e outlets. Os preços são equivalentes aos de Miami. Portanto, se estava pensando em comprar aquela câmera fotográfica ou filmadora no fim da viagem, já pode garantir o registro do passeio.

Um lembrete, o valor que você encontra nas prateleiras ou etiquetas não é o que vai ser cobrado no caixa. Há ainda os impostos (em torno de 6%).

Normalmente há uma sugestão das agências de viagem de não se adquirir produtos dentro dos parques, porque são mais caros. Mas serve a todos os bolsos, além de haver lembrancinhas especiais que só as lojas oficiais têm.

Não se esqueça que há um limite de isenção para entrar no Brasil -US$ 500 por pessoa. Não é cumulativo, ou seja, não adianta o casal trazer um único objeto de US$ 1.000 porque terá de pagar o imposto aqui sobre o excedente. Neste caso, o bem superou o limite em US$ 500, o imposto será de US$ 250 (50% do excedente). No avião, na viagem de volta, você recebe um formulário para preencher com os bens adquiridos acima do limite de isenção.

Ainda tratando de impostos, nos restaurantes a taxa vem embutida na conta (em torno de 8,5%), mas não pára aí. É praxe dar entre 15% e 20% do valor da conta de tip (gorjeta). Um prato de US$ 20 acaba saindo por US$ 26,04. Um detalhe: se não gosta de pimenta, avise o garçom.

Shoppings/Roupas/Acessórios/Calçados

Florida Mall – Complexo de 250 lojas abriga algumas mais conhecidas como Dillard’s, JCPenney, Macy’s, Nordstrom, Saks Fifth Avenue and Sears, entre outras. Fica a poucos minutos do Aeroporto Internacional de Orlando e dos parques da Disney e do Universal Studios. Tel: (1 407) 851-6255, 8001 South Orange Blossom Trail. Aberto todos os dias. Seg. a sáb., das 10h às 21h; domingos, das 12h às 18h. http://www.simon.com/mall/mall_info.aspx?ID=139

Lake Buena Vista Factory Stores – Reúne marcas famosas. Funciona de seg. a sáb., das 10h às 21h. Aos domingos, das 10h às 18h. 15657 State Road 535. http://www.lbvfs.com/

Orlando Premium Outlets – Luxuoso complexo de lojas de moda masculina e feminina, calçados, jóias, presentes e comida a poucos minutos dos parques da Disney. Tel: (1 407) 238-7787, 8200 Vineland Avenue, Orlando. Aberto de seg. a sáb., das 10h às 23h. Domingos, das 10h às 21h. http://www.premiumoutlets.com/outlets/outlet.asp?id=17

Prime Outlets International – Localizado na parte norte da International Drive, abriga mais de 125 marcas. Tel: (1 407) 352-9600, 4951 International Drive. Aberto de seg. a dom., das 10h às 21h. Nos feriados os horários estão sujeitos a alterações. http://www.primeoutlets.com/cntrdefault.asp?cntrid=1077

Pointe Orlando – Localizada na International Drive, concentra grandes marcas nacionais, restaurantes e shows de jazz à noite. Aberto todos os dias, de seg. a sáb., das 10h às 22h e domingos, das 11h às 21h. http://www.pointeorlando.com/shopping.html

Eletrônicos

Best Buy – Florida Mall (loja 510) http://www.bestbuy.com

Circuit City – South Orange Blossom Trail, 7.915 http://www.circuitcity.com

Compusa – South Orange Blossom Trail, 7.802 (loja 309) http://www.compusa.com

___________________________________________________________________________

Kevin Lamarque/Reuters

Capital do império americano, Washington DC é também a capital de museus, memoriais e diversão

Arte UOL

Washington DC é uma metrópole de 570 mil habitantes empolgante e sofisticada. Todo ano, a cidade planejada em 1790 por George Washington para ser sede do governo dos Estados Unidos atrai milhares de turistas dos quatro cantos do mundo para seus inúmeros museus, monumentos, memoriais e parques.

Quando se chega a Washington é quase impossível não se impressionar com a grandiosidade de seus edifícios públicos. Também é difícil não sentir uma ponta de familiaridade ao ver de perto a Casa Branca, o Capitólio ou Lincoln Memorial, afinal, quantas vezes esses lugares já não serviram de pano de fundo para filmes, seriados, noticiários e fotografias? Não há como negar, a cidade faz parte do inconsciente coletivo da humanidade.

Arte UOL

Mas não é só de política que vive a capital americana. Washington é um destino que celebra a arte. À beira do rio Potomac, é dona do maior complexo de museus do mundo, o Smithsonian Institute. Com mais de 142 milhões de artefatos, o instituto serve como centro de pesquisa e tem 9 (são 19 no total) de seus museus e galerias localizados no parque mais famoso da cidade, o National Mall. Além disso, teatros badalados, clubes dedicados ao jazz, restaurantes, cafés e bistrôs charmosos tornam Washington um lugar interessante até mesmo para quem não suporta o exacerbado patriotismo americano.

Fácil de ser percorrida, Washington tem estações de metrô perto de seus principais pontos turísticos. A cidade de largas avenidas é conhecida também por ter uma agitada e diversificada vida noturna. Os turistas e os nativos fazem a festa nos pubs, bares, boates e casas de show espalhadas pela capital. Como dá para ver, a seriedade da política fica restrita aos arredores da Casa Branca, e o que não falta é opção de lugar para se divertir na capital, de dia ou de noite.

GRUPOS DE DISCUSSÃO

Washington Já esteve em Washington DC? Conte

NO UOL

Folha Turismo Washington DC reflete a alma da nação mais poderosa do mundo

PORTAIS REGIONAIS

Site oficial de turismo de Washington www.washington.org

Site oficial do governo de Washington www.access.wa.gov

Site oficial da Embaixada Brasileira em Washington www.brasilemb.org

http://www1.folha.uol.com.br/folha/turismo/americadonorte/estados_unidos-washington_dc.shtml

Principais pontos turísticos: _ National Archives, National World War II Memorial,Capitólio dos Estados Unidos, Casa Branca, entre outros. Se sinta plugado em uma experiência interativa como um tour de bike no National Mall e outros bairros. Experimente ter a melhor vista da cidade do alto do The Post Office Building. Aproveite!

_________________________________________________________________________________

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s