VIAJAR também é PRECISO * planejando a viagem e os custos

     Estados Unidos

Miami

Miami, uma cidade latina, e arredores


ANTES da viagem

GPS, comprar um lá é mais barato do que alugar o carro com GPS.  Mapas gratuitos: http://www.tracksource.org.br/

Comprar ainda no Brasil um cartão que dá direito a muitos passeios em Miami e região (estou pensando…$… em usar): Go Miami card                                                                                                                                                                                                                                                                                  –  http://www.smartdestinations.com/miami-attractions-and-tours/_d_Mia-p1.html?pass=Mia_Prod_Go

http://br.viator.com/pt/8328/tours/Miami/Cartao-Go-Miami/d662-3958GOMIA?pref=02&aid=gpt303

http://br.viator.com/pt/8328/price-guide/3958GOMIA?listDate=2013-01-01

http://www.falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=126&t=879

Miami Seaquarium  http://www.falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=126&t=1050
Jungle Island  http://www.falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=126&t=1044
– Art Deco Walking Tour
– Bar Hop Shuttle
– Bass Museum of Art
– Bike and Roll: Bike Rental
– Bonnet House Museum & Gardens
– Coral Castle
– Daytona International Speedway All Access Tour
Duck Tours South Beach  http://www.falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=126&t=1001
– Everglades Alligator Farm & Airboat Ride
Everglades Tour by Gray Line  http://www.falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=126&t=1031
– Fort Lauderdale Duck Tours
– Fort Lauderdale Sea Experience Glass Bottom Boat and Snorkeling
– Full Day Bike Rental in Fort Lauderdale
– Fun Spot Action Park
– Gator Park Airboat Tours
– Gatorland: The Alligator Capital of the World
GoCar Tours: The Storytelling Car  http://www.falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=126&t=997
– Gold Coast Railroad Museum
– HistoryMiami
– Hop On Hop Off 2-Day Pass by Gray Line
– Island Queen Cruises
– Island Queen Cruises – Bayside Blaster
– Jewish Museum of Florida
– Jungle Queen Riverboat
Kennedy Space Center – 2nd Day Free http://www.falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=116&t=533
– Key Largo Princess Glass Bottom Boat Cruise
– Key West Day Trip from Miami by Gray Line (Bonus Choice with 3, 5 and 7-Day Cards)
– Lion Country Safari
– Lowe Art Museum
– Mai-Kai Polynesian Dinner Show (Bonus Choice with 3, 5 and 7-Day Cards)
– Miami Art Museum
– Miami Children’s Museum
– Miami Science Museum
– Museum of Discovery and Science
– Pelican Harbor Seabird Station
– Ripley’s Believe It or Not!
– Sawgrass Recreation Park
– Schnebly Redland’s Winery
– The Wolfsonian–FIU Museum
– Vizcaya Museum and Gardens
WonderWorks  http://www.falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=116&t=179
– World Erotic Art Museum
Zoo Miami http://www.falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=126&t=1489

O cartão é ativado após a primeira utilização. A partir desta data você terá até duas semanas para usá-lo e os dias não precisam ser consecutivos.

Ao comprar o Go Miami Card de 3, 5 ou 7 dias você ganhará um bônus extra. Escolha entre:
– Key West Tour from Miami
– Mai Kai Polynesian Dinner Show

Você pode comprar seu Go Miami Card pela Internet e retirá-lo no Miami Beach Visitor Center, localizado em Miami Beach. O custo é de apenas US$4.

Primeiro passeio que gosto de fazer numa cidade nova é o city tour, Miami Sightseeing Hop on Hop off Bus – 24 Hours   &+  http://www.graylinemiami.com/

~~ Lar&Etc ~~
________________________________
Imagem
Quanto me custa viajar para Miami?
Minha prioridade é conhecer melhor o país e os americanos fazendo economia!!!
Pagar os gastos da passagem fazendo compras úteis (nada de consumismo,  apenas o necessário 🙂
o que for mais barato e com qualidade,  para ficar os próximos 3 anos sem comprar roupa, tênis, eletrônicos !!!
Dicas da internet, depois conto a aplicação:

Refeições

A média de um prato fica em US$15. Há itens gratuitos: Entrada de pães e água filtrada. Se você decidir tomar um refrigerante, pagará em torno de US$3 e é refil. Lembre-se que você deve pagar pelo menos 10% de gorjeta.

Com isso você gastará em torno de R$40,00 de almoço. Em uma semana terá gasto R$280,00. No jantar você pode economizar, optando por uma refeição rápida ou comendo congelados no hotel. Com isso você gastará no máximo R$15,00. Em uma semana terá gasto R$105,00.

Então uma semana de alimentação custará R$385,00.

Comida e diversão (dicas de http://www.guiamaismiami.com/passeios/listas-de-lojas-restaurantes-e-baladas-famosas-em-miami-%e2%80%93-parte-3.html )

Em Miami você vai encontrar ótimos lugares para se divertir e saborear uma boa comida. Veja abaixo a lista com  minha própria tabelinha para lhe dar uma noção de preços dos restaurantes e baladas  de Miami.(leia também: As Melhores Baladas e Nightclubs de Miami.)
*Preço por peça de roupa ou prato em restaurante*

€         ( abaixo de $15)
$         ( entre $16-$29)
$$        ( entre $30-$45)
$$$       ( acima $46)
$$$$.     ( acima $100)
$-$$.     ( entre um preço e outro)

RESTAURANTES

Andalus restaurante - tudo de Bom

  • Joe Stone Crab – $$$$ se você curti frutos do mar você vai amar Joe, mas ligue antes para fazer reserva. Fechado em certas épocas do ano.  South Beach
  • Andalus $$  comida Espanhola/tapas – Miami
  • Cheesecake Factory $ muito gostoso e descontraído principalmente as sobremesas!! Comida Americana- em varios Malls
  • Casa Tua $$$ Italiana- Miami Beach
  • Sra. Martinez $$ restaurante Espanhol
  • Prime One Twelve $$-$$$ steakhouse- Miami Beach
  • Friday’s $ Comida Americana- varias localizações
  • C.viche105 $$ Peruano. Downtown Miami
  • La Dorada $$$ frutos do mar. Em Coral Gables
  • Matsuri $$ Japonês / sushi. Em Coral Gables
  • Calamari $$ frutos do mar. Em Coconut Grove
  • Lê Bouchon du Grove $$$. Em Coconut Grove
  • Provence Grill $$   Comida Francesa Em Miami Beach
  • Alta Mare $$$  frutos do mar em Miami Beach
  • Sardina Enoteca Ristorante $$$ de massas em Miami Beach
  • Hakasan $$$$ comida asiática no Hotel Fontainebleau, super luxuoso e elegante
  • Zuma $$$ comida Asiática no Hotel Epic em Downtown, restaurante do momento.
  • Rainforest Café $ se você tem crianças, eles irão amar esse restaurante, fica no Sawgrass Mills Mall.
  • Atrio$$$
  • Rusty Pelican$$$
  • restaurantes, melhor com vista:::
    • Red Fish Grill  $$$ Frutos do mar Esse restaurante é super romântico com uma paisagem incrivel, super recomendo.
    •  Red Fish Grill para um jantar cedo, as 18:00, para poder ver o por do sol.
    •  Rusty Pelican, mas esse nao esta no Matheson
    • No Rusty vc pode almoçar, no Red Fish so jantar. Lembre-se se for entrar na agua depois tem se arrumar para ir no restaurante, apesar de ser na beira da agua eles nao permitem roupas de banho.

BALADAS

As baladas de Miami são super concorridas,  Chegue cedo se quiser entrar e pra conseguir uma mesa.

Miami Beach

  • Mynt $$$
  • Haven $$$
  • Set $$$
  • Liv $$$ no Hotel Fontainebleau , uma das melhores baladas de Miami.
  • Wall $$$$ no Hotel W
  • Stage $$ música ao vivo.

ou há quem troque a balada por…

passear pela Ocean Drive em South Beach, onde encontra vários bares/ restaurantes. Vc pode caminhar e ver o que  gosta mais para jantar ou somente sentar para uns drinks e apreciar o pessoal andando…se vê cada coisa!!  O restaurante  Atrio no Conrad Hotel  é no 25 andar do hotel e a vista da cidade e da baia é incrivel!!!!! se fizer reserva peça uma mesa na janela ou pelo menos com vista. ” table with a view please” Vá antes de escurecer por causa da vista e por do sol ! Endereço: 1395 Brickell Avenue, Miami, tel : 305-503-6500.

O americano, hábitos locais: É comum os americanos levarem comidas e bebidas  em uma caixa térmica, para a praia. Sendo assim, lembrar de passar  no Walmart antes, pra não ficar com fome!

*******Custos

Passagem aérea: R$2.000,00. Hotel para uma semana: R$1.120,00. Aluguel de carro básico para uma semana: R$300,00.

Total: R$3.420,00 (paguei com milhas e dinheiro)

Em Miami grande parte das atrações são gratuitas. Mas vamos supor que você deseje realizar alguns passeios, tais como: – Miami Seaquarium: US$38. – Jungle Island: US$33. – Parque Nacional Everglades: US$23. – Duck Tours: US$34. – Zoo Miami: US$15.

Total: R$286,00.

Vale a pena comprar alimentos até paras as principais refeições no Walmart,  se tiver micro-ondas, há muitos aimentos prontos congelados…, o café da manhã custará no máximo US$5.

A média de um prato fica em US$15. Há itens gratuitos: Entrada de pães e água filtrada. Se você decidir tomar um refrigerante, pagará em torno de US$3 e é refil. Lembre-se que você deve pagar pelo menos 10% de gorjeta.

Com isso você gastará em torno de R$40,00 de almoço. Em uma semana terá gasto R$280,00. No jantar você pode economizar, optando por uma refeição rápida ou comendo congelados no hotel. Com isso você gastará no máximo R$15,00. Em uma semana terá gasto R$105,00.

Então uma semana de alimentação custará R$385,00.

Acabou? Sim. Esses são os gastos fixos. Os passeios são gastos variáveis, que você poderá ou não ter.

Custo da viagem por uma semana até o momento: R$4.091,00. Mas esse é o gasto se você for viajar SOZINHO. O carro e o hotel podem ser divididos, fazendo com que esse custo seja ainda menor. Apenas a passagem aérea, ingresso para os parques e alimentação são gastos individuais. Hotel e aluguel de carro normalmente são gastos coletivos.

Não é caro viajar para Miami, mas é necessário planejamento. Qualquer pessoa, com um planejamento, pode conhecer uma das cidades mais bonitas da Flórida.

Programe-se, economize e prepare sua viagem!

usar milhas para comprar as passagens………………………………..feito (Smiles, com milhas e $)
aluguel de carro……………………………………………………………………………………….                                                                                                             comprar o que precisarei em roupas para meus filhos por 3 anos…………………
estadia………………………………………………………………… grátis (nossa maior  economia)                                                                                               Ecomizar comendo muito  no  WalMart…………………………………………………….                                                                                                              Diversão (roteiro e compra de ingressos no Brasil)……………………………………..
Textos tirados da internet e etc…
Passagem aérea: Esse é o principal gasto da viagem. E normalmente é o primeiro a ser pago. O ideal é sempre pesquisar hotel em paralelo com a passagem aérea, em busca dos melhores preços.

O custo médio da passagem aérea, saindo de São Paulo ou Rio de Janeiro é de R$2.000,00. Esse valor pode ser parcelado em 5 vezes sem juros na maioria das companhias aéreas. Assim, você pagará parcelas de R$400,00.

Na alta temporada, principalmente em janeiro e julho, as passagens aéreas têm o valor médio de R$3.500,00. Esse valor também pode ser parcelado em 5 vezes sem juros na maioria das companhias aéreas. Assim, você pagará parcelas de R$700,00.

Vai haver promoção na alta temporada? Não. Pais com filhos só podem viajar normalmente nestes meses. Os aviões estão sempre cheios, então não há motivo para promoções. Compre com antecedência, pois quanto mais próximo, maiores os valores.

Para economizar você pode buscar voos com escala em outras cidades, como Dallas, Charlotte ou Nova York. Esses voos são mais cansativos, mas normalmente o preço compensa. O voo direto mais barato que já conseguimos comprar rumo à Miami até hoje custou R$1.350,00 com taxas, em janeiro de 2011. Normalmente um voo promocional custa na média de R$1.500,00 sem taxas até Miami.

Minha solução foi comprar parte com milhas e parte com dinheiro, eu usei o Smiles da Gol.

________________________________

Imagem

Aluguel de carro: ( http://www.falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=279&t=3257 )

É fundamental alugar um carro na cidade. Nem pense em não alugar um. Esse é o custo fixo mais barato da viagem, principalmente se você alugar um carro básico.

E quanto custa um carro básico? Por uma semana o custo fica na média de US$150.
Quanto melhor/maior o carro, mais caro será. Para uma minivan, por exemplo, espere gastar US$350 por uma semana.

Sugerimos a leitura:  http://www.falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=279&t=3257

________________________________

~~ Lar&Etc ~~

Chatices necessárias

  • Para      viagens internacionais é obrigatório o passaporte com validade mínima de 06 meses e 03 folhas em branco. ** verifique se o destino que você esáa comprando, exige vacinas ou      vistos. ** para viagens aos países que compoem o mercosul, além do passaporte, também      é aceito o rg válido e com menos de 10 anos de emissão ( nenhum outro      documento será aceito, tendo como exemplo: cnh, oab, crea, crm e etc ) ** menores de 18 anos, devem viajar com um documento onde conste a      filiação, pois o novo passaporte não contém esta informação e assim evitamos transtornos      na hora do embarque. ** menores de 18 anos viajando sozinhos ou na ausência de um dos pais,      necessita de autorização com firma reconhecida em cartório.

Fonte: http://www.mundoamericas.com.br/dicas/

Compras em Loja Franca (Duty Free Shop)

O viajante pode adquirir, com isenção de tributos, nas lojas francas (duty free shops) dos portos e aeroportos, após o desembarque no Brasil e antes de sua apresentação à fiscalização aduaneira, mercadorias até o valor total de U$ 500.00. Esse valor não é debitado da cota de isenção de bagagem a que o viajante tem direito. Além do limite global de U$ 500.00, as mercadorias adquiridas nas lojas francas estão sujeitas aos seguintes limites quantitativos: 24 unidades de bebidas alcoólicas, observado o quantitativo máximo de 12 unidades por tipo de bebida

– 20 maços de cigarros de fabricação estrangeira – 25 unidades de charutos ou cigarrilhas – 250g de fumo preparado para cachimbo| – 10 unidades de artigos de toucador – 3 unidades de relógios, máquinas, aparelhos, equipamentos, brinquedos, jogos ou instrumentos elétricos ou eletrônicos

Menores de 18 anos, mesmo acompanhados, não podem adquirir bebidas alcoólicas e artigos de tabacaria.

Bens adquiridos nas lojas francas do Brasil, no momento da partida do viajante para o exterior, nas lojas duty free no exterior e os adquiridos em lojas, catálogos e exposições duty free dentro de ônibus, aeronaves ou embarcações de viagem têm o mesmo tratamento de outros bens adquiridos no exterior, passando a integrar a bagagem do viajante. Em resumo, essas mercadorias não aproveitam do benefício da isenção concedido às compras nas lojas francas do Brasil, efetuadas no momento da chegada do viajante.

Bagagem Acompanhada – Procedimentos na chegada ao Brasil

Se tiver bens adquiridos antes da viagem, deve mostrar um documento que comprove. Ex: Saiu do Brasil para Miami com um notebook. Na saída, nada é feito. Quando volta ao Brasil, se pedido,mostre a nota fiscal que comprove a compra regular do notebook antes da viagem.

Todo viajante que ingressa no Brasil, qualquer que seja a sua via de transporte, deve preencher a Declaração de Bagagem Acompanhada (DBA), que é fornecida pelas empresas de transporte, agências de viagens ou obtido nas repartições aduaneiras.

O viajante que estiver chegando ao Brasil portando valores em montante superior a R$10.000,00 (dez mil reais) ou o equivalente em outra moeda, em espécie, além de prestar essa informação na DBA, é obrigado a apresentar a Declaração Eletrônica de Porte de Valores (e-DPV), por meio da internet, e se apresentar à fiscalização aduaneira do local de entrada no País, para fins de conferência.

O viajante que traz outros bens, incluídos no conceito de bagagem, cujo valor global exceda a cota de isenção, mas que não excedam os limites quantitativos de bens para a via de transporte utilizada deve pagar o imposto de importação (II), calculado à base de 50% do que exceder a cota de isenção (valor total dos bens – cota de isenção), por meio de documento próprio (Documento de Arrecadação de Receitas Federais – Darf), na rede bancária brasileira.

O viajante que exceder os limites quantitativos de bens para a via de transporte utilizada deverá providenciar o despacho de importação dos bens excedentes sob o regime de tributação comum.

Se não for possível o pagamento do imposto no momento do desembarque, os bens sujeitos à tributação são retidos pela Aduana, mediante o preenchimento e entrega, ao viajante, do Termo de Retenção e Guarda dos Bens, contendo informações referentes ao viajante e aos bens retidos. A liberação dos bens é efetuada posteriormente mediante a apresentação, pelo viajante, do Termo de Retenção e do comprovante do pagamento do imposto ou após a conclusão do despacho de importação sob o regime de tributação comum, conforme o caso

O viajante deve dirigir-se à fiscalização aduaneira, no setor de “BENS A DECLARAR”, quando estiver trazendo:

I – animais, vegetais ou suas partes, sementes, produtos de origem animal ou vegetal, produtos veterinários ou agrotóxicos;

II – produtos médicos, produtos para diagnóstico in vitro, produtos para limpeza ou materiais biológicos;

III – medicamentos, exceto os de uso pessoal, ou alimentos de qualquer tipo;

IV – armas ou munições;

V – bens sujeitos a restrições ou proibições ou ao regime comum de importação;

V – bens aos quais será dada destinação comercial ou industrial, ou outros bens que não sejam passíveis de enquadramento como bagagem;

VI – bens que devam ser submetidos a armazenamento para posterior despacho no regime comum de importação,

VII – bens sujeitos ao regime aduaneiro especial de admissão temporáriaquando sua discriminação na DBA for obrigatória;

VIII – bens cujo valor global ultrapasse o limite de isenção para a via de transporte, IX – bens que excederem limite quantitativo para fruição da isenção; ou

X – valores em espécie em montante superior a R$ 10.000,00 (dez mil reais) ou seu equivalente em outra moeda.

Nos demais casos, o viajante deve dirigir-se ao setor “NADA A DECLARAR”.

Informações fornecidas pelo site da Receita Federal, extraídas de http://www.receita.fazenda.gov.br/aduana/viajantes/viajantechegbrasilsaber.htm#Legislação

Bagagem

Bagagem de mão

A bagagem de mão ou de cabine é considerada como bagagem não registrada, sob a inteira responsabilidade do passageiro que a transporta, sendo que, a soma das dimensões (altura, largura e comprimento) não pode ultrapassar 115 cm, incluindo rodas, alças, bolsos externos, etc. As medidas máximas para cada dimensão são de 23 x 40 x 55 cm. Seu peso não deve exceder 5 kg. (Portaria 676/GC-5/ 13/11/2000), (IATA PassengerServices – Recomendação 1749).

Exceto crianças até dois anos pagando 10% da tarifa, qualquer passageiro pode levar como bagagem de mão:

– Uma bolsa de mão, maleta ou equipamento que possa ser colocado embaixo do assento do passageiro ou em compartimento próprio da aeronave. – Um sobretudo, manta ou cobertor. – Um guarda-chuva ou bengala. – Uma máquina fotográfica pequena, um laptop e/ou um binóculo. – Material de leitura para viagem em quantidade razoável.

Crianças de até dois anos pagando 10% da tarifa

– Alimentação infantil para consumo durante a viagem. – Uma cesta ou equivalente (poderá também ser transportada no porão da aeronave).

Passageiros incapacitados que dependem dos seguintes artigos

– Muletas ou qualquer aparelho ortopédico. – Cadeira de rodas completamente desmontável (este item faz parte da franquia da bagagem de mão, sendo, porém, colocada no porão).

Essas regras valem apenas para vôos domésticos em aeronaves com mais de 50 assentos. No caso de aeronaves com menor capacidade de assentos, cada empresa aérea tem regras específicas sobre as dimensões e o peso permitidos para bagagem de mão.

Recomendamos aos passageiros que remédios, jóias, dinheiro, documentos importantes, papéis negociáveis, chaves, celulares (desligados), acessórios ou outros objetos frágeis e de valor devem ser colocados na bagagem de mão, obedecendo sempre o peso e o tamanho permitidos.

Importante

Em virtude das ameaças de terrorismo nos vôos ligando à Inglaterra e aos Estados Unidos, por uma determinação das autoridades brasileiras, não é permitido levar em vôos internacionais ou trechos domésticos de vôos internacionais os seguintes objetos como bagagem de mão, líquido ou gel, tais como:

– Todos os tipos de bebidas. – Shampoos (líquido ou gel). – Cremes (líquido ou gel).| – Perfumes (líquido ou gel). – Loções (líquido ou gel). – Cosméticos líquidos (de qualquer tipo). – Spray de cabelo. – Creme dental. – Desodorantes (em aerosol, líquidos ou creme).| – Objetos pontiagudos, como: faca, canivete, estilete, etc. – Fósforos e isqueiros cujo combustível seja gás, tipo maçarico (não podem ser transportados no interior de bagagens de mão e/ou bagagens despachadas).

Desde o dia 04/08/2007 o TSA (TransportationSecurityAdministration) voltou a autorizar o embarque de passageiros com destino aos Estados Unidos portando isqueiro na bagagem de mão, entretanto, o limite é de apenas um isqueiro comum (cujo combustível seja fluido) para cada passageiro.

*Bebidas para consumo imediato (sucos, refrigerantes e etc.) adquiridas na área de embarque após a passagem pela inspeção aeroportuária devem ser ingeridas antes do embarque na aeronave. No caso de perfumes e bebidas adquiridos no duty-free, um profissional da própria loja deverá levar as mercadorias até a aeronave quando serão entregues ao passageiro. Somente será permitido levar como bagagem de mão os seguintes pertences

– Mamadeiras e alimentos infantis industrializados (quando bebês e crianças estiverem viajando). – Medicamentos essenciais acompanhados de prescrição médica (deverá possuir o nome do passageiro para ser confrontado com o que consta no cartão de embarque). – Medicamentos essenciais que não necessitam de prescrição médica (colírio, solução fisiológica para lentes de contato, etc., desde que não excedam 120m1 ou 4oz). – Insulina e líquidos (incluindo sucos especiais ou gel) para passageiros diabéticos acompanhados de prescrição médica desde que não excedam 148 ml (ou 5 oz). – Cosméticos sólidos (batons, protetor labial ou desodorante em bastão, etc.). – Aparelhos eletrônicos (laptop, câmera fotográfica, jogo portátil, celular, etc.).

Observação:

– A bagagem que exceder a quantidade e/ou peso deverá ser despachada no porão da aeronave.

Todos os itens citados acima como proibidos serão retidos pelos agentes de segurança do aeroporto.

– Caso o passageiro tenha conexão a partir de algum aeroporto no Reino Unido, o mesmo não deverá adquirir nenhum tipo de líquido e/ou perfume no DutyFree, visto que, estes serão confiscados no momento de seu trânsito em Londres quando da checagem de segurança.

Bagagem despachada e Franquia de Bagagem para Vôos Domésticos

A bagagem despachada é a bagagem que vai no porão do avião. Para bagagens despachadas no porão, cada passageiro adulto tem direito a até duas malas com pesototal somado de 23 kg (alínea “b” do artigo 37 da Portaria 676 de 13 de novembro de 2000 da Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC).

Todas as bagagens especiais independentes de estarem ou não dentro da franquia permitida ao passageiro, sofrem taxação exclusiva, por se tratar de bagagem de difícil acomodação, sendo cobrada uma taxa extra de transporte de R$ 100,00 no balcão de check-in do aeroporto.

Itens que são considerados como bagagem especial

-Vara de pescar – por porta-vara. -Prancha de surf – por unidade. -Bicicleta – por unidade. – Ski/snowboad por unidade. -Arco e flecha – por bolsa (se despachado). -Kite surf – por unidade. -Patinete – por unidade. Itens que não são considerados bagagem especial e que são inclusos na Franquia de Bagagem (será cobrado excesso normalmente caso ultrapasse a franquia) -Bolsa de golf. -Skate. -Boliche. -Bodyboard. -Bolas (têm que estar vazias). -Patins.

Itens que devem ser despachados como carga separda

-Caiaque. -Windsurf.

Crianças até dois anos incompletos viajam gratuitamente, sem direito a bagagem, desde que viaje no colo de uma pessoa maior de 12 anos. Crianças entre dois e 12 anos incompletos têm direito a até duas malas com peso total somado de 11,5 kg de bagagem.

Bagagem despachada em vôos com destino a Europa, América do norte, África do Sul e Ásia* *Aplicação:

a) De/para o Canadá, Estados Unidos, Territórios Americanos, b) Entre o Brasil e as seguintes áreas: a Ásia via o Oceano Pacífico; a África do Sul; Hong Kong e Bangkok via África do Sul ou em vôos diretos, Europa, inclusive a França e Londres.

Para estes destinos, o adulto ou criança, com assento reservado, tem direito a duas bagagens com 32 kg cada uma, para todas as classes de serviços, nas seguintes dimensões: o peso máximo para bagagens despachadas com conexões e/ou destino final Europa será de 32 kg por volume. Não será permitido bagagens com excesso de peso. Exemplo: passageiro embarca com três volumes; dois são permitidos, desde que não ultrapassem 32 kg. O terceiro será admitido e pagará por excesso por um volume a mais, porém deverá também respeitar a regra do peso. Qualquer volume que ultrapasse 32 kg, esse deverá ser despachado como carga. Crianças de colo, com até 2 anos incompletos, podem levar um carrinho de bebê dobrável ou uma cesta ou umbebê conforto e uma peça de bagagem respeitando as dimensões para aceitação de bagagens de mão, podendo despachar ou levar consigo. Caso suas bagagens excedam este limite, serão aplicadas taxas de acordo com o parâmetro excedido:

– Será aplicada uma taxa para o excesso de bagagem quando ocorrer excesso em quantidade de peças, ou quando o tamanho do volume for ultrapassado, ou quando o peso for ultrapassado em quaisquer das bagagens a serem despachadas. – Serão aplicadas duas taxas para excesso de bagagem quando ocorrer excesso em quantidade de peças e tamanho, de peças e peso, ou ainda de tamanho e peso em quaisquer das bagagens a serem despachadas. – Serão aplicadas três taxas para excesso de bagagem quando ocorrer excesso em número de peças, tamanho e peso em quaisquer das bagagens a serem despachadas.

Artigos aceitos como bagagem despachada

– Medicamentos ou artigos de higiene necessários ou apropriados para a viagem, transportados como bagagem de mão ou despachada. Vale lembrar que sempre a quantidade total destes artigos utilizados por cada passageiro não poderá ultrapassar o limite de 2 kg ou 2 litros e que a quantidade contida em cada pacote não pode exceder o limite de 0,5kg ou 0,5 litros. – Bebidas alcoólicas, perfumes e colônias, transportadas como bagagem de mão ou despachadas. A quantidade de bebida alcoólica de cada recipiente não pode ultrapassar o limite de 2 litros, ou 0,5 litros por pacote. Marcapassos cardíacos implantados cirurgicamente que contenham materiais radiativos, tais como pilhas de plutônio, ou artigos farmacêuticos que contenham bário, implantados em uma pessoa como resultado de tratamento médico. – Com a aprovação da companhia aérea, pequenos cilindros de gás dióxido de carbono usado por passageiros para o funcionamento de membros mecânicos. Adicionalmente, podem transportar cilindros de reposição de igual tamanho, se for necessário para toda a viagem. – Artigos de fumantes de uso pessoal, excluindo-se os acendedores de dispositivos líquidos inflamáveis. – Gelo seco, em quantidades que não excedam 2 kg, para preservação de órgãos a serem transplantados. – Isqueiro poderá ser aceito somente junto ao corpo do passageiro, nunca na bagagem de mão.

Itens proibidos

Conforme Portaria 676 da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), a bagagem de mão ou a despachada não poderá conter os seguintes itens:

a) Dispositivos de alarme.

b) Explosivos, inclusive cartuchos vazios, munições, material pirotécnico, armas de caça, armas portáteis e fogos de artifício.

c) Gases (inflamáveis, não inflamáveis e venenosos), tais como butano, oxigênio, propano e cilindros de oxigênio.

d) Líquidos inflamáveis usados como combustível para isqueiros, aquecimento ou outras aplicações.

e) Sólidos inflamáveis, tais como fósforo e artigos de fácil ignição.

f) Substância de combustão espontânea.

g) Substância que, em contato com a água, emita gases inflamáveis.

h) Materiais oxidantes, tais como pó de cal, descorantes químicos e peróxidos.

i) Substâncias venenosas (tóxicas) e infecciosas, tais como arsênio, cianidas, inseticidas e desfolhantes.

j) Materiais radioativos.

k) Materiais corrosivos, tais como mercúrio, ácidos, alcalóides e baterias com líquido corrosivo.

l) Materiais magnéticos.

m) Agentes biológicos, tais como bactérias e vírus.

n) Produtos perecíveis contendo gelo em barras ou cubos soltos no interior da embalagem.

o) Quaisquer tipos de tinta (inclusive serigráfica).

Todos os produtos perecíveis e alimentícios, comestíveis em geral, tais como peixes, crustáceos e demais frutos do mar, frescos ou congelados, devem ser acomodados em embalagem à prova de vazamentos, abertura acidental ou mau cheiro. O produto deve estar embalado internamente em saco plástico à prova de vazamento e a embalagem externa deve ser de isopor revestido com um saco plástico resistente. Somente será permitido o embarque de gelo em forma de gel ou em sacos plásticos isolados e herméticos. Para o caso de transporte de armas, deverão ser observadas as restrições e instruções especiais tratadas em legislação específica.

Novas regras para embarque de passageiros portando líquidos em vôos internacionais e trechos domésticos de vôos internacionais Os passageiros de vôos internacionais (mesmo em etapas domésticas) e os de vôos nacionais que utilizam o salão de embarque destinado aos vôos internacionais (vôos que começam com o número “7”) estarão sujeitos às restrições estipuladas pela Agência Nacional da Aviação Civil (ANAC) para o transporte de substâncias líquidas em suas respectivas bagagens de mão. O transporte de líquidos (incluindo gel, pasta, creme, aerosol e similares) em bagagem de mão deve ocorrer da seguinte maneira:

– O líquido deve estar em frasco de capacidade de até 100 ml. Frascos acima de 100 ml não podem ser transportados, mesmo que contenham a quantidade estipulada.

– O passageiro deve acondicionar o frasco adequadamente (com folga) dentro de uma embalagem plástica transparente vedada, com capacidade máxima de 1 litro e tamanho máximo de 20 cm x 20 cm.

Extravio de bagagem

Em vôos nacionais

A bagagem será considerada extraviada caso não seja entregue no seu ponto de destino. Quando isso acontece, deve-se procurar o representante da companhia aérea ainda no interior do setor de desembarque. O fiscal de Aviação da ANAC, localizado na Seção de Aviação Civil (SAC) nos principais aeroportos brasileiros, deve ser acionado em caso de problemas.

Confirmado o extravio, a companhia aérea tem um prazo máximo de 30 dias para a localização e entrega da bagagem. Após esse tempo, o passageiro deve ser indenizado pela companhia. Como medida de prevenção, o passageiro pode declarar os valores atribuídos à bagagem, mediante o pagamento de uma taxa suplementar estipulada pela companhia. Neste caso, a empresa aérea tem o direito de verificar o conteúdo da bagagem – e o valor da indenização é o declarado e aceito pela empresa.

Objetos considerados de valor, como jóias, papéis negociáveis ou dinheiro devem ser carregados na bagagem de mão, ficando a companhia isenta de responsabilidade sobre a perda ou dano. Em caso de danos à bagagem, vigoram as mesmas regras. Somente serão considerados, para efeito de indenização, os objetos destruídos ou avariados que tenham sido protestados.

Em vôos internacionais

A Convenção de Varsóvia limita a responsabilidade da companhia aérea em U$ 20 por quilo de bagagem extraviada. O passageiro também poderá optar por efetuar o despacho de seus pertences, resguardando-se através de uma Declaração Especial de Interesse. Este documento discrimina minuciosamente o conteúdo da mala. Somente com esta declaração é possível ser indenizado integralmente, prevalecendo a responsabilidade da companhia aérea sobre os bens ali contidos.

Informações oficiais extraídas de http://www.aeroportoguarulhos.net/bagagem _____________________________________

Cruzeiros

Veja 15 dicas para se divertir em um cruzeiro marítimo da Folha Online

1- A dica mais importante é escolher bem em qual navio viajar. Hoje em dia há cruzeiros para todos os gostos, públicos e faixas etárias. Saídas temáticas destinadas a fãs de axé music, praticantes de corrida ou artistas plásticos também são cada vez mais comuns. Procure se encaixar em um cruzeiro que combine com seu perfil pois a maior parte do tempo é gasto dentro do navio.

2 – Procure comprar a passagem com antecedência porque os preços costumam subir à medida em que a data da partida se aproxima e o número de vagas diminui. A maioria das empresas já vende pacotes para a temporada 2007/08.

3 – Não se esqueça de que além do preço do pacote também será necessário arcar com taxas portuárias, que variam de acordo com o cruzeiro, mas costumam ficar em torno de US$ 100 por pessoa.

4 – Costuma ser mais econômico ir de ônibus para o porto de Santos do que pagar o estacionamento no local. Verifique com a agência de viagem horários dos traslados oferecidos pelas empresas.

5 – Os navios costumam ter muitas opções de restaurante e refeições com comida à vontade várias vezes ao dia. A dica então é aproveitar que também há academia e outras opções para a prática esportiva a bordo para não voltar da viagem com quilinhos a mais.

6 – Já as bebidas são cobradas em dólar e têm preços salgados. Não adianta levar bebidas de casa pois as garrafas poderão ser confiscadas caso sejam encontradas por camareiras ou funcionários do navio.

7 – Os navios possuem lojas do tipo “free shop” que funcionam apenas durante os deslocamentos entre cidades, e nunca quando a embarcação está atracada. Os preços são muitas vezes convidativos, mas bebidas, por exemplo, somente serão entregues aos passageiros ao final da viagem.

8 – Os transatlânticos possuem médicos e farmácia a bordo, mas os preços costumam ser bastante elevados e nem sempre é possível encontrar determinado medicamento. Procure levar de casa remédios de uso habitual.

9 – Nunca é demais levar um bom remédio para enjôo. Navios de grande porte balançam pouco e somente quando estão em movimento, mas durante os deslocamentos entre uma cidade e outra esse balanço é constante e dura várias horas. Sapatos de salto muito alto e bebida alcoólica em excesso não são recomendados pelo mesmo motivo.

10 – Informe-se na agência de viagem sobre os trajes da viagem, que variam de acordo com o navio. Há pacotes que incluem jantares de gala e chegam a exigir terno e vestido longo.

11 – Leve protetor solar. Boa parte das áreas comuns do navio são ao ar livre e provavelmente será desagradável não poder aproveitá-las devido a queimaduras.

12 – A forma mais simples de pagar as despesas a bordo é com cartão de crédito. Se levar um cartão, o passageiro só precisará de dinheiro vivo se desembarcar do navio. Lembre-se que a maioria das embarcações não aceita cheques.

13 – Informe-se sobre a voltagem utilizada dentro do navio e sobre possíveis diferenças entre as tomadas brasileiras e dos transatlânticos, que geralmente vêm da Europa ou do Caribe para a temporada na costa brasileira.

14 – Ferros de passar não costumam ser permitidos a bordo por representarem risco de incêndio. É necessário pagar pelos serviços de lavanderia para passar a roupa. Também para evitar incêndios, a tripulação aconselha que não sejam jogados cigarros para fora do navio porque o vento pode trazê-los de volta para um deck inferior.

15 – É possível fazer ou receber ligações e utilizar a internet de dentro do navio, mas fique atento às tarifas. Quando estiver ancorado em alguma cidade, a utilização do celular dentro do navio ou de um orelhão em terra pode ser mais econômica.

Informações extraídas do site da Folha Online, em http://www1.folha.uol.com.br/folha/turismo/noticias/ult338u5808.shtml

Hospedagem

Sempre solicite a confirmação por escrito da reserva em um meio de hospedagem, contendo as informações sobre a tarifa, o horário do check-in, o tipo de unidade habitacional, os serviços oferecidos e a forma de pagamento. Em caso de problemas na prestação de serviços, procure o órgão de proteção e defesa do consumidor local.

Leve a confirmação de reserva escrita com você.

Quando fizer a reserva saiba quais são as normas de cancelamento.

– Leia atentamente as regras e normas de conduta do meio de hospedagem quanto aos furtos, objetos esquecidos e perdidos, saídas de emergência, limpeza das unidades habitacionais, horário de check in, check out, café-da-manhã, entre outras informações. – O meio de hospedagem que oferecer serviços de alimentos e bebidas deve atender a critérios e normas de higiene e segurança alimentar defi nidos pela Anvisa. – Segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente do Brasil, é proibido hospedar crianças ou adolescentes desacompanhados sem autorização dos pais ou dos responsáveis.

Quando ocorrer um overbooking no hotel onde foi feita a reserva a primeira coisa que o estabelecimento deve fazer é acomodar os hóspedes em um outro local e garantir o transporte entre os hoteis. O hotel tem obrigação de acomodar o turista em outro local com categoria equivalente à contratada.

* Overbooking é a sobrevenda ou reservas efetuadas em número superior à capacidade de leitos. Se isso ocorrer no hotel que você reservou, ele tem a obrigação de acomodá-lo em unidade habitacional de categoria superior à que você contratou ou em outro hotel de categoria equivalente ou superior.

Informações extraídas do portal do Ministério do Turismo, em http://www.viajelegal.turismo.gov.br/agencia.jsp

Passaporte e Passagens

Voos domésticos

Antes de seguir para o aeroporto, verifique a documentação. Todos os documentos devem possuir foto que permita a identificação do passageiro: Voos domésticos: originais ou cópias autenticadas

1.Identidade ou carteira nacional de habilitação (mesmo que vencida), ou carteira de identidade emitida por conselho ou federação profissional, com fotografia (OAB, CREA e outras), ou carteira de trabalho, ou passaporte nacional, ou cartões de identificação expedidos pelos Poderes Judiciário e Legislativo federal ou estaduais; ou documento expedido por Ministério ou órgão subordinado à Presidência da República; ou licenças de piloto, comissário, mecânico de voo e despachante operacional de voo emitidas pela Anac. 2.Para crianças e adolescentes é aceita a certidão de nascimento (original ou cópia autenticada). Em caso de viagem com apenas um dos pais ou desacompanhado, verifique as exigências da Vara da Infância e da Juventude da localidade de embarque. 3.Em caso de furto, roubo ou extravio de documento, será aceito o Boletim de Ocorrência emitido há menos de 60 dias. Voos internacionais: somente documentos originais 4.Passaporte válido ou documento legal de viagem aceito pelo país de destino(consulte a Polícia Federal sobre acordos de documentação para alguns países). 5.Visto do país de destino (caso seja exigido no país). 6.Para crianças e adolescentes: passaporte válido ou documento legal de viagem aceito pelo país de destino. Em caso de viagem com apenas um dos pais ou desacompanhado, verifique as exigências da Vara da Infância e da Juventude da localidade de embarque.

Voos internacionais: somente documentos originais

1.Passaporte válido ou documento legal de viagem aceito pelo país de destino (consulte a Polícia Federal sobre acordos de documentação para alguns países). 2.Visto do país de destino (caso seja exigido no país). 3.Para crianças e adolescentes: passaporte válido ou documento legal de viagem aceito pelo país de destino. Em caso de viagem com apenas um dos pais ou desacompanhado, verifique as exigências da Vara da Infância e da Juventude da localidade de embarque.

OVERBOOKING (PRETERIÇÃO DE PASSAGEIRO)

Ocorre quando uma empresa vende mais assentos do que os disponíveis no avião, considerando que uma parte dos passageiros, por alguma razão, não se apresentará para viajar (no show). Mas se todos os passageiros comparecerem para o voo, os excedentes terão que ser reacomodados em outros voos. Pela legislação da aviação civil em vigor no Brasil, inicialmente a companhia aérea deve buscar oferecer compensações ao passageiro (bilhetes extras, milhas, diárias em hotéis, entre outras providências) para que ele aceite embarcar em outro voo. Caso o passageiro não aceite as compensações, a companhia aérea deverá oferecer reacomodação imediata e prioritária no próximo voo disponível – próprio ou de outra empresa. O passageiro pode ainda optar por outra modalidade de transporte. É possível também solicitar reembolso integral do bilhete. Neste caso, a devolução do valor deverá ser imediata, respeitando-se o prazo e o meio de pagamento. Informações extraídas do site da Infraero, em http://www.infraero.gov.br/fiquepordentro/#/guia/antes

Transporte

ALUGUEL DE VEÍCULOS

Abaixo você encontra dicas importantes sobre como tornar sua viagem mais agradável e tranquila com um veículo à sua disposição.

PAGAMENTO

Sempre que desejar alugar um carro para viajar pelo Brasil, certifique-se, previamente, se possui o cartão de crédito solicitado como garantia pela locadora. Ao alugar um carro não assine notas ou faturas em branco. Se a empresa fizer essa exigência, denuncie o fato, imediatamente, a um órgão de defesa do consumidor. As despesas extras – seguros opcionais, impostos e combustíveis – deverão ser pagas no local de devolução do veículo.

LOCAÇÃO INTERNACIONAL

Se alugar um veículo em outro país, verifique antes de viajar se pode pagar as diárias adiantadas no Brasil ou se tem de pagá-las no país onde vai retirar o veículo. O pagamento sempre deve ser feito em dinheiro, cheque de viagem ou cartão de crédito internacional.

CUIDADOS GERAIS

Reserve com antecedência o veículo que deseja usar. Comunique à empresa suas preferências quanto à marca, ano de fabricação, modelo e equipamentos. Em geral, as locadoras pedem que o carro seja devolvido com o tanque cheio.

CUIDADOS TÉCNICOS

Examine cuidadosamente o carro ao recebê-lo. Se notar algum defeito, peça para trocar o veículo. Se, durante a viagem, o carro ou algum de seus equipamentos forem roubados, comunique imediatamente à locadora. No caso de problemas mecânicos, entre em contato com a locadora e peça a troca do veículo.

PRECAUÇÕES

Durma algumas horas a mais das habituais antes de iniciar a viagem. Vista-se de forma cômoda e adequada com o local que for visitar. Calce sapatos confortáveis para evitar bolhas e incômodos. Faça lanches leves antes de partir e não tome bebidas alcoólicas, sobretudo se for dirigir.

VIAGEM DE ÔNIBUS

Confira as informações abaixo para garantir que a sua viagem por via terrestre transcorra exatamente como você planejou e sonhou. leia mais

CUIDADOS COM O BILHETE: Nas viagens de ônibus, guarde sempre o tíquete de bagagem e o bilhete de passagem. Eles são a garantia do passageiro no caso de extravio ou dano na bagagem.

CUIDADOS COM A BAGAGEM:

Identifique sua bagagem por dentro e por fora, e transporte joias, documentos, aparelhos eletrônicos e telefone celular sempre na bagagem de mão.

Em viagens rodoviárias, o passageiro deve tomar certos cuidados como: identificar a mala por dentro e por fora com endereço de origem e de destino; se estiver transportando presentes, levar consigo, na bagagem de mão, as notas fiscais de compra; carregar os documentos pessoais e objetos de valor, como joias, também na bagagem de mão e, por fim, exigir que um funcionário da empresa transportadora identifique toda a bagagem com um tíquete próprio, do qual uma parte fica com o passageiro.

SEGURO:

Na contratação de serviço por uma agência de turismo para viagens terrestres é importante verificar os diferentes tipos de seguro disponíveis para contratação. Recomenda-se efetuar seguro pessoal e de bagagem.

LUGAR NUMERADO:

Se você viajar de ônibus e comprar a passagem antecipadamente, com lugar numerado, e a empresa não lhe assegurar esse direito, você pode exigir outro tipo de transporte. Caso não consiga solucionar o problema, você poderá exigir na Justiça indenização por danos morais da empresa que lhe vendeu o bilhete.

CRIANÇAS: No Brasil, crianças de até 12 anos só podem viajar sozinhas se tiverem autorização do Juizado de Menores. Maiores de 12 anos podem viajar sem acompanhantes quando estiverem com seus documentos.

PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS: Em viagens de ônibus dentro do país, a orientação é para que os portadores de necessidades especiais se acomodem nas primeiras cadeiras, perto da porta, ou perto do banheiro. Em geral, não existem condições especiais para esses passageiros. Animais que guiam deficientes visuais são permitidos, desde que fiquem sob o controle do dono. Informações extraídas do portal do Ministério do Turismo, em http://www.viajelegal.turismo.gov.br/

Saúde

Durante a Viagem

Ao viajar as pessoas estão expostas a mudanças climáticas, geográficas e culturais, que se refletem em mudanças dos padrões sanitários. Exemplo disso, a conhecida “diarréia do viajante” chega a ser registrada em até 80% dos viajantes em decorrência, principalmente, da ingestão de alimentos, bebidas e água contaminados. A maioria dessa contaminação, 85%, deve-se à presença de bactérias, que causam doenças como cólera e febre tifóide, e 5 % por vírus, podendo também ser provocada por parasitas e fungos em menor intensidade (OMS, 2005).

Os principais cuidados frente a diarréia do viajante são:

– Evite alimentos de procedência duvidosa; – Prefira água tratada industrialmente, filtrada ou fervida; – Mantenha-se hidratado bebendo água tratada ou consumindo frutas; – Verifique se o alimento é seguro; – Evitando picadas de mosquitos;

Quando um indivíduo se desloca para uma área de risco de doenças transmitidas por mosquito (malária, dengue, febre amarela, febre do Nilo Ocidental) recomenda-se a utilização de repelentes, mais de uma vez ao dia, nas partes mais expostas do corpo. Além dessa medida, orienta-se o uso de mosquiteiros e de telas, assim como evitar exposição no horário de maior atividade dos mosquitos (anoitecer e amanhecer).

Cuidados com doenças respiratórias

As doenças respiratórias também são consideradas de alto risco para os viajantes. Em julho de 2005, durante vôo de curta duração no Brasil, um viajante contaminado pelo vírus do sarampo transmitiu a doença para mais cinco pessoas que estiveram na mesma aeronave. Pensando nesta forma de transmissão, o mesmo raciocínio poderá ser aplicado, por exemplo, para tuberculose, influenza, varicela e meningite meningocócica.

Atualize seu calendário vacinal;

Evite viajar caso esteja doente ou com suspeita de alguma dessas doenças, durante o período de transmissão;

Caso apresente algum sinal ou sintoma de algumas dessas doenças a bordo da aeronave, embarcação ou veículo terrestre em trânsito internacional, reporte-se aos tripulantes para que eles possam acionar os serviços de apoio e autoridades sanitárias do aeroporto, porto ou ponto de passagem de fronteira Baixe o Guia de Bolso de Saúde do Viajante, cedido pela Anvisa http://www.anvisa.gov.br/sispaf/pdf/Guia_de_Saude_do_viajante.pdf

Informações extraídas do portal da Anvisa, em http://portal.anvisa.gov.br/wps/portal/anvisa/anvisa/home/portosaeroportosfronteiras/!ut/p/c5/rZDLkqJAEEW_xQ9oKwsoHkuggAIFFEpFNgSOqIggIyrC17c9u1l0rzpzeSLj5L0oRe9t8md5zO_ltckvKEGpnJmOziRlDgCyYYLrkEAmyxAcRXzz7bccQuHrerZkrgMgaCFXKbgSj5g2M0MbY7RBCUhZfB5ad6zG6KxEfscNN-DL3qdWH5-tV3AuRp-uF3eqi8Gqwj5NA7_SQug0vLaXlq5_cGF5nSAPpeWunvZ_6ilMZVXBCsEqKKIkyxJ5m9Ifkvz79IvDN6MDCti1LtAWpUq2dgSVzRwMjqcY4Fqc2SHY4kLGiP9iop9d4q-6_msPY1DepcmCqomEqBLanLaQUcntLX-TxafLo-WFUkVHHgzb887at6o3EzCJqBp0c6cuRE28k4Pwah7S_u_iaJm3xz1XX8bNe9l9ObDgOG9ck5ZxdZMHQ4xjbBY4W-27_KGxDi6Lpqth1XKT9s6zjGAuhWy-M9qDxz4uAdkPlJmnLI_2p84MmdsQe4TnKdn2qUP8SlIFbifYuJuH7tJPUFuvnlV1oMmYjLo-mXwCvlg9_w!!/dl3/d3/L2dBISEvZ0FBIS9nQSEh/?pcid=9d80e100402d4376857a8754e035b7cb

_________________________________________

Blogs:                                                                                                                                                                                                                                     http://www.rbbv.com.br/destinos-de-viagens/america-do-norte/eua/
Filmes/Documentários:
Castillo de San Marcos, mais antigo forte dos Estados Unidos e foi cenário de uma investigação paranormal no programa “Ghost Adventures” .
APPs de viagem:
  • Wi-Fi Finder
  • PIC (travel diary)
  • FlightAware
  • Cartographer
  • TripDeck
  • Triposo
  • Tradutor
  • AroundMe
  • AllSubway
  • CI
  • GateGuru
  • conClothes

E você? Tem algo a acrescentar? Digaí! Thanks!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s